Bem Vindo



BY BG
 photo logoFeed.png

 photo logo faceb.jpg 94
Amigos
 photo logo pinterest-como-usar-1.png 132
Seguidores
 photo logo-youtube_logo.png 261
Seguidores

Artigos

Opiniões

COMPARTILHAR BLOGGER!!

Pesquisar este blog

QUESTIONÁRIO DE PNEUMATOLOGIA.

PARACLETOLOGIA DOUTRINA DO ESPÍRITO SANTO

1) CITE A REFERÊNCIA DO EVANGELHO SEGUNDO SÃO JOÃO SEGUNDO A QUAL ENTENDEMOS QUE O ESPÍRITO SANTO NÃO FALA DE SI MESMO.
R: Mas, quando vier aquele, o Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. Jo 16:13.

2) DÊ A DEFINIÇÃO DE PNEUMATOLOGIA E CITE UMA RELAÇÃO DAS DOUTRINAS QUE COMPÕEM ESTA MATÉRIA TEOLÓGICA.
R: É a doutrina do Espírito Santo quanto a sua deidade, seus atributos, obras e operações.  O termo vem de pneuma (gr. “o ar”, “o vento”), cognato do O verbo pnéo, “respirar”, “sopra”, “inspira”. Significa, na Bíblia, principalmente o espírito humano, que, como o vento, é invisível, imaterial, dinâmico, potente. Mas pneuma (hb. Ruach) diz respeito também ao Espírito de Deus, a terceira Pessoa da Trindade.  Pai testifica do Filho (Mt 3:17); Filho Testifica do Pai (Jo 5:19); Filho Testificou do Espírito (Jo 14:26); Espírito Testificou do Filho (Jo 15:26).

3) O QUE EVIDENCIA QUE O ESPÍRITO SANTO É UMA PESSOA E É DEUS?
R: Personalidade é o conjunto de atributos de várias categorias que caracterizam uma pessoa. No seu aspecto psíquico, a personalidade consiste de intelecto, sensibilidade e vontade. Os três são também chamados de inteligência, afetividade e autodeterminação. No Espírito Santo vemos essa triplicidade de atributos da personalidade, a saber: Intelecto: “ninguém sabe a s coisas de Deus, senão o Espírito de Deus” (1ª Co 2.11). Sensibilidade: “E não entristeçais o espírito Santo de Deus” (Ef 4:30), e Vontade: “[O Espírito] repartindo particurlamente a cada um como quer” (1ª Co 12:11) e “a intenção do Espírito” (Rm 8:27). Como membro da unidade trina de Deus, o Espírito Santo é, pois, uma Pessoa. Esta declaração é comprovada na Bíblia e na experiência humana. Ele não é um deus entre os outros. As escrituras relatam um episódio nos primeiros dias da igreja, em Jerusalém, quando Ananias e Safira tentaram enganá-lo. Ele revelou ao apóstolo Pedro que o casal mentia, conforme registra Atos 5.3: "Por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo? Não mentistes aos homens, mas a Deus".

4) CITE OS PASSOS QUE O CRENTE DEVE DAR PARA RECEBER O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO.
R: Ser salvo, ser batizado no Espírito, crer com convicção na promessa divina do batismo, buscar o batismo com sede e oração, cuidar da vida espiritual e perseverar na unidade fraternal.

5) A PRINCIPAL FINALIDADE DOS DONS ESPIRITUAIS, À LUZ DE 1ª CORÍNTIOS 12-14, É PROMOVER O QUE?
R: A Edificação e Santificação da igreja.

6) CITE AS GRANDES TERMOS DESIGNADORES DOS DONS ESPIRITUAIS.
R: Pneumatika (1ª Co 12:1): Refere-se às manifestações sobrenaturais da parte do Espírito Santo através dos dons.
Charismata (1ª Co 12:4; Rm 12:6): Fala da graça subsequente de Deus em todos os tempos e aspectos da salvação.
Diakonai (1ª Co 12:5): Isto fala de serviço, trabalho e ministério prático. São ministrações sobrenaturais do Espírito através dos membros da igreja como um corpo.
Energemata (1ª Co 12:6): Isto é, os dons são operações diretas do poder de Deus para a realização de seus propósitos e para abençoar o povo.
Phanerosis (1ª Co 12:7): Os dons são sobrenaturais da parte de Deus; mas, conforme o sentido do termo original, aqui, eles operam igualmente na esfera do natural, do tangível, do visível.

7) EM QUE CONSISTE O PECADO DE ENTRISTECER O ESPÍRITO SANTO?
R: é o pecado cometido por incrédulos e crentes, consiste em fazer tudo àquilo que não agrada ao espírito de Deus, como ser ingrato para com Deus; ser negligente na vida espiritual; ser esquecido das bênçãos divinas recebidas e das coisas de Deus em geral; ser rebelde, desobediente de modo contínuo pra com Deus (cf. Is 63:10); ser mundano, o que implica infidelidade espiritual (Tg 4:5); e ser carnal (Gl 5:16).

8) A PALAVRA DE DEUS MENCIONA LÍNGUAS ESTRANHAS EM PELO MENOS DOIS SENTIDOS. QUAIS SÃO ELES?
R: Variedade de línguas 1ª co 12:10; é um dom de expressão plural, como indica seu titulo. É um milagre linguístico sobrenatural. Nem todos os crentes batizados com o Espírito Santo recebem este dom (1ª Co 12:30). Já as línguas como evidência física inicial do batismo, todos ao serem batizados no Espírito Santo as falam.
Interpretação das Línguas 1ª co 12:10. É um dom de manifestação de mensagem verbal sobrenatural, pelo Espírito Santo. Não se trata de “tradução de línguas” mas de “interpretação de línguas”. Tradução tem a ver com palavras em si; interpretação tem a ver com mensagem. As línguas estranhas como dom espiritual quando interpretadas, assemelham-se ao dom de profecia, mas não são a mesma coisa. O dom de interpretação é um dom em si mesmo, e não uma duplicação do dom de profecia (cf. 1ª Co 12:10.30; 14:5,13,26-28).

9) MENCIONE PELO MENOS TRÊS MINISTRAÇÕES DO ESPÍRITO SANTO AO CRENTE E DEFINA CADA UM DELAS.
R: O novo nascimento pelo Espírito (Jo 3:3-8). O novo nascimento abrange a regeneração e a conversão, que são dois lados de uma só realidade. Enquanto a regeneração enfatiza o nosso interior, a conversão, o nosso exterior. Quem diz ser nascido de novo deve demonstrar isso no seu dia-a-dia. A expressão “de novo” (v3), de acordo com o texto original, significa “nascer do Alto, de cima, das alturas”. Isto quer dizer que se trata de um nascimento espiritual realizado pelo Espírito Santo. O homem natural, portanto, desconhece esse novo nascimento (vv. 4-12; Jo 16:7-11; Tt 3:5).
A habitação do Espírito no crente (Jo 14:16,17; Rm 8:9). No Antigo Testamento, o Espírito agia entre o povo de Deus (Ag 2:5; Is 63:11b), mas com o advento de Cristo e por sua mediação, o Espírito habita no crente (Jo 20:21,22). Este privilégio é também reafirmado em 1ª Coríntios 3:16; 6:19; 2ª Coríntios 6:16; e Gálatas 4:6.
O Testemunho do Espírito de que somos filhos de Deus (Rm 8:15,16).  Esse testemunho é uma plena convicção produzida no crente pelo Espírito Santo de que Deus é o nosso Pai celeste (v.15) e de que somos filhos de Deus: “O mesmo Espírito testifica ... que somos filhos de Deus” (V.16. É, pois, um testemunho objetivo e subjetivo, da parte do Espírito Santo, concernente a nossa salvação em Cristo.

10) QUAL É A DIFERENÇA ENTRE O BATISMO DO ESPÍRITO SANTO E O BATISMO NO ESPÍRITO? CITE REFERÊNCIAS BÍBLICAS.
R: Batismo “do” e “pelo” Espírito Santo é quando o candidato salvo é imerso nas águas (1ª Co 12:13; Gl 3:27; Rm 6:3).
Batismo “com” e “pelo” Espírito Santo é a evidência física das línguas estranhas falada pelo crente conforme o Espírito concede (At 1:4,5,8; 2:1-4; 10:44-46; 19:2-6).

11) QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CONCEPÇÕES ERRADAS SOBRE O BATISMO COMO O ESPÍRITO SANTO?
R: Pensam que o batismo é o mesmo que salvação. Acreditam que o batismo é a habitação do Espírito no crente. Confundem o batismo com a santificação.

12) COMO OS DONS ESPIRITUAIS PODEM SER CLASSIFICADOS?
R: Em grupos conforme 1ª Co 12:8-10: 
Dons de manifestação do Espírito; 
Dons que manifestam o saber de Deus; 
Dons que manifestam o poder de Deus; 
Dons que manifestam a mensagem de Deus.

13) CITE PELO MENOS CINCO DONS DE MINISTÉRIOS PRÁTICOS E DEFINA-OS.
R: Ministério (Rm 12:7): Ministração, servir, prestar serviço material e espiritual sem primeiramente esperar recompensa, reconhecimento, retribuição, remuneração, com motivação e capacitação mediante este dom. É servir capacitado sobrenaturalmente pelo Espírito.
Ensinar (Rm 12:7): Ensinar no sentido didático, como deixa claro o original. É o dom espiritual de ensinar, tanto na teoria, como na prática; ensinar fazendo; ensinar a fazer; ensinar a entender; treinar outros. Educar no sentido técnico desta palavra. Não confundir com o ministério do ensino que tem a ver com ministros do evangelho, segundo efésios 4:11 e Atos 13:1 (“profetas e mestres”).
Exortar (Rm 12:8): Exortar, aqui, é como dom: ajudar, assistir, encorajar, animar, consolar, unir pessoas desunidas, que não se falam; admoestar.
Repartir (Rm 12:8): O sentido no original é dar generosamente, doar, oferecer, distribuir aos necessitados em primeiramente esperar recompensa ou reconhecimento, movido pelo Espírito Santo. Este dom ocupa-se da benevolência, beneficência, humanitarismo, filantropia, altruísmo.
Presidir (Rm 12:8): É conduzir, dirigir, organizar, liderar, governar, orientar com segurança, conhecimento, sabedoria e discernimento espiritual. Isso em se tratando de igreja, congregação, instituição, etc. Para alguém presidir desta maneira, só mesmo tendo de Deus este dom! a tendência natural de quem lidera e preside é ser duro, dominar somente pela autoridade, ser insensível.

14) QUANTO AOS ASPECTOS DA SANTIFICAÇÃO, CITE OS TRÊS PRINCIPAIS.
R: Posicional; Progressiva e Futura.

15) O QUE ABRANGE A SANTIFICAÇÃO POSICIONAL; ISTO É, EM QUE CONSISTE ELA?
R: Consiste na fé em Cristo Jesus.

16) O QUE É A SANTIFICAÇÃO PROGRESSIVA, SEGUNDO A BÍBLIA?
R: É o aperfeiçoamento em santificação do crente 2ª Co 7:1.

17) PORQUE OS DONS ESPIRITUAIS NÃO SUBSISTEM SEM O FRUTO DO ESPÍRITO?
R: Porque sem o fruto do Espírito surgirão: dissensões ou partidarismos, carnalidades, intemperanças e nunca trará edificação.

18) O QUE É O PECADO DE BLASFÊMEIA CONTRA O ESPÍRITO? POR QUE ESTE PECADO É IMPERDOÁVEL?
R: É atribuir continuamente os atos divinos a Satanás. É imperdoável porque sendo Ele o que convence do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16:7-11), e, que intercede por nós (Rm 8:26,27), é recusado, rejeitado e blasfemado (cf. 1ª Sm 2:25).

19) POR QUE NO ORIGINAL O DOM RELACIONADO COM A CURA APARECEM EM PLURAL, ISTO É, “DONS DE CURAS”?
R: Por ser multiforme na sua constituição e na sua operação. O plural ("dons") indica curas de diferentes enfermidades e sugere que cada ato de cura vem de um dom especial de Deus.

20) QUAL É A ATUAÇÃO DA TERCEIRA PESSOA DA TRINDADE NESSE PERÍODO QUE ANTECEDE O ARREBATAMENTO DA IGREJA?
R: O Espírito Santo é o agente divino que batiza ou implanta os crentes no corpo único de Cristo, que é sua igreja (1ª Co 12.13) e que permanece nela (1ª Co 3.16), edificando-a (Ef  2.22), e nela inspirando a adoração a Deus (Fp 3.3), dirigindo a sua missão (13.2,4), escolhendo seus obreiros (20.28) e concedendo-lhe dons (1ª Co 12.4-11), escolhendo seus pregadores (2.4; 1ª Co 2.4), resguardando o evangelho contra os erros (2ª Tm 1.14) e efetuando a sua retidão (Jo 16.8; 1ª Co 3.16; 1ª Pe 1.2). E convencer do pecado, da justiça e do juízo a humanidade (Jo 16:7-11).

DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

2 comentários:

João Maria Martins Bezerra disse...

Gostaria de ver algum texto bíblico para fundamentar o item 4. fique na paz de Jesus.

Pr Edson Castro disse...

A paz de Cristo Jesus esteja sobre vós.
Para os batizados: Jo 14:17; 20:22; At 2:39.
Para os Salvos: Lc 10:20; Jo 15:3; Jo 15:4,5,16.
Crer com convicção: Lc 24:49; At 1:4; 2:16,32,33; Gl 3:14.
Com sede e oração: At 1:4,14; Jo 7:37-39; Lc 11:13; Lc 24:52,53; At 5:32.
Cuidando da vida espiritual: Jo 15:2; Jo 14:17.
Unidade fraternal: At 1:14.

DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.