JESUS TE AMA..

SEGUIDORES ABENÇOADOS..

224
Assinantes
270
Fãs
186
Fãs
609
Seguidor

Artigos

Comentou

AMIGOS CURTAM ESSE BLOG!!

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

PARACLETOLOGIA: DOUTRINA DO ESPÍRITO SANTO part 2ª

DOUTRINA DO ESPÍRITO SANTO


3. ESPÍRITO SANTO É UMA PESSOA
3.1 A PERSONALIDADE DO ESPÍRITO SANTO
Um dos atributos da deidade é a personalidade que cada uma das três pessoas
divinas possui. Às vezes atribuímos à personalidade uma forma corpórea. Entretanto, Deus é Espírito, sem necessidade de corpo material. Identifica‐se como pessoa alguém que manifeste qualidades, como o falar, o sentir e o fazer
alguma coisa racional.

3.2 PRONOMES CONFERIDOS AO ESPÍRITO SANTO
Em João 16.8,13,14 encontramos algumas vezes o pronome ele, aquele (no grego ekeinos) que indicam a pessoa do Espírito Santo. Em João 14.16, encontra‐se a expressão "outro Consolador". Ela, mais uma vez, identifica a personalidade do Espírito Santo. A palavra "outro", usada por Jesus, no grego "ALLOS", significa"outro do mesmo tipo". O Filho de Deus revelou‐se como pessoa, mas falou de outra que Ele enviaria após sua subida para o céu. Consolador no grego é "Paracleto" que significa:
1) chamado, convocado a estar do lado de alguém, . convocado a ajudar alguém
1a) alguém que pleiteia a causa de outro diante de um juiz, intercessor, conselheiro de defesa, assistente legal, advogado
1b) pessoa que pleiteia a causa de outro com alguém, intercessor
1b1) Cristo em sua exaltação \a mão direita de Deus, súplica a Deus, o Pai, pelo perdão de nossos pecados
1c) no sentido mais amplo, ajudador, amparador, assistente, alguém que presta socorro
1c1) É Nome dado Santo Espírito, destinado a tomar o lugar de Cristo com os apóstolos (depois de sua ascensão ao Pai), a conduzi‐los a um conhecimento mais profundo da verdade evangélica, a dar‐lhes a força divina necessária paracapacitá‐los a sofrer tentações e perseguições como representantes do reino divino.

3.3 ATRIBUTOS PESSOAIS DO ESPÍRITO SANTO
Através da Bíblia, o Espírito Santo é revelado como Pessoa, com sua própria individualidade. Ele é uma Pessoa divina como o Pai e o Filho. O Espírito Santo
não é mera influência ou poder. Ele tem atributos pessoais, a saber:
a) O Espírito Santo Pensa (Rm 8.27) E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos.
b) O Espírito Santo tem Vontade Própria (1ª Co 12.11) Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas estas coisas, distribuindo‐as, como lhe apraz, a cada um,
individualmente.
c) O Espírito Santo Sente Tristeza (Ef 4.30) E não entristeçais o Espírito de Deus,
no qual fostes selados para o dia da redenção. d) O Espírito Santo Intercede (Rm 8.23) Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis.
e) O Espírito Santo Ensina (Jo 14.26) mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito.
f) Espírito Santo Fala (Ap 2.7) Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às
igrejas: Ao vencedor, dar‐lhe‐ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus.
g) Espírito Santo Comanda (At 16.6,7) E, percorrendo a região frígio‐gálata, tendo sido impedidos pelo Espírito Santo de pregar a palavra na Ásia, defrontando Mísia, tentavam ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não o permitiu.
Espirito Santo é suscetível de trato pessoal: 
a) Alguém pode mentir para o Espírito Santo (At 5.3) Então, disse Pedro: Ananias, por que encheu Satanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, reservando parte do valor do campo?
b) Pode‐se Blasfemar contra o Espírito Santo (Mt 12.31) Por isso, vos declaro: todo pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens; mas a blasfêmia contra Espírito não será perdoada.

4. OS NOMES DO ESPÍRITO SANTO 
Os nomes do Espírito Santo nos revelam muita coisa a respeito de quem ele é. Embora o nome Espírito Santo não ocorra no Antigo Testamento, vários títulos equivalentes são usados. Os principais nomes do Espírito Santo são: 
a) Espírito de Deus de Yahweh (hb. Ruach YHWH), ou, conforme consta nas Bíblias em português, "o Espírito do Senhor". Yahweh significa aquele que faz existir. O título Senhor dos Exércitos é melhor traduzido como "aquele que cria as hostes", tanto as hostes celestiais (as estrelas, os anjos) quanto as hostes do povo de Deus. O Espírito de Yahweh estava ativo na criação, conforme revela Gênesis 1.2, com referência ao "Espírito de Deus" (hb. ruach 'elohîm). 
b) O Espírito de Cristo. Com esse título é acentuada a união do Espírito Santo com Cristo. Como tal ele é a vida Rm 8.9 (Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se, de fato, o Espírito de Deus habita em vós. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele), traz frutos de Cristo (Fl. 1.11). revela os mistérios de Cristo (Jo 14.16) e toma o lugar dos arrebatados na terra (Jo 14.16‐18). Toda e qualquer operação do Espírito Santo enfim, é para glorificação de Jesus Cristo. 
c) Espírito da Vida. O Espírito da vida Deus dá a cada crente ao nascer de novo, vida nova e eterna. Ele substitui a lei reinante do pecado e da morte com a lei da vida (Rm 8.2 ( Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte). O que estava morto em ofensas e pecados (Ef 2.1; 2ª Co 5.17), Ele vivifica no novo nascimento. 
d) Espírito da Adoção de Filhos Rm 8.15 (Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai.). O conceito bíblico de filiação perdeu‐se totalmente nos nossos dias, por causa da ideia de "adoção". Isto não quer dizer que um estranho será acolhido como criança numa família e usa a seguir o nome da família. É antes uma transferência legal de uma criança na condição de um filho adulto ou uma filha que alcançou a maioridade. O termo melhor hoje seria a parceria. Nós fomos acolhidos na família divina, enchidos pelo Seu Espírito e dotados com nova e eterna vida. 
e) Espírito da Graça. Hb 10.29 (De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue do testamento, com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?). A Bíblia qualifica como pecadores obstinados estes, que pisam com os pés o Espírito da Graça. Pelo Espírito da graça é oferecida livremente a todos os homens a dádiva da graça divina. Por isso qualquer acréscimo humano, justiça por obras e melhoramentos adâmicos são abominação para o Espírito Santo. 
f) Espírito da Glória 1ª Pe 4.14 (14 Se, pelo nome de Cristo, sois injuriados, bem aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus.). Glória nesse caso tem a ver com adoração, honra, estima, elogio e dedicação que são despertados no crente pelo Espírito Santo. Somente podemos adorar e chegar a glória de Deus, conforme o Espírito Santo nos capacita para isto. O manifesta numa reunião, percebe‐se sem chamara a atenção. Demais é adoração imitada, não é revelação do Espírito da Glória. Quando Ele se manifesta numa reunião, percebe‐se sem chamara a atenção.


Fonte: FAETAD

DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

Um comentário:

Anônimo disse...

Watch Xrumer at http://www.xrumer.mobi