JESUS, O NOSSO CRISTO, TE AMA!!!

RÁDIO EVANGÉLICA!!
AMIGOS, COMPARTILHEM ESSE BLOG!
Facebook Twitter Google+ Pinterest Reddit LinkedIn Addthis Delicious Digg Evernote Myspace NetLog Netvibes Tumblr WhatsApp

BY BG

220
Fãs
528
Fãs

Artigos

Opiniões

sexta-feira, 4 de maio de 2012

QUESTIONÁRIO DOUTRINAS 05 - O PECADO.

QUESTIONÁRIO

1. DESCREVA EM POUCAS PALAVRAS O ATEÍSMO, O DETERMINISMO, O HEDONISMO, A CIÊNCIA CRISTÃ, E A EVOLUÇÃO.
R: O ATEÍSMO, ao negar a Deus, nega também o pecado, porque, estritamente falando, todo o pecado é contra Deus, e se não há Deus, não há pecado. Mas o homem necessita do perdão baseado em uma provisão divina de expiação.
O DETERMINISMO é a teoria que afirma ser o livre arbítrio uma ilusão e não uma realidade. Uma consequência prática do determinismo é tratar o pecado como se fosse uma enfermidade por cuja causa o pecador merece dó ao invés de ser castigado.
O HEDONISMO (da palavra grega que significa “prazer”) é a teoria que sustenta que melhor ou mais proveitoso que existe na vida é a aquisição do prazer e a fuga a dor. No fundo dessa teoria está o desejo de diminuir a gravidade do pecado, e ofuscar a linha divisória entre o bem e o mal, o lícito e o incorreto.
A CIÊNCIA CRISTÃ essa seita nega a realidade do pecado. Declara que o pecado não é algo positivo, mas simplesmente a ausência do bem. As Escrituras denunciam o pecado como uma violação positiva da lei de Deus, como uma verdadeira ofensa que merece um castigo real num inferno real.
A EVOLUÇÃO considera o pecado como a herança do animalismo primitivo do homem. A teoria da evolução é antibíblica. Além disso, os animais não pecam, eles vivem segundo sua natureza, e não experimentam nenhum sentido de culpa por seu comportamento. É certo que o homem tem uma natureza física, porém essa parte inferior de seu ser foi criação de Deus, e é o plano de Deus que esteja sujeita a uma inteligência divinamente iluminada.

2. DÊ UM RESUMO DA HISTÓRIA RELACIONADA À ORIGEM DO PECADO, EXPLICANDO AS PALAVRAS “TENTAÇÃO”, “CULPA”, “JUÍZO”, E “REDENÇÃO”.
R: Em Gn 3 temos os pontos chaves que caracterizam a história espiritual do homem os quais são: A tentação, a culpa, o juízo e a redenção. No capítulo dois temos o fato da queda do homem, Deus havia proibido ao homem que não comesse da árvore do conhecimento do bem é do mal; para prover um teste pelo qual o homem pudesse amorosa e livremente, escolher servir a Deus e dessa maneira desenvolver seu caráter. Sem vontade livre o homem teria sido meramente uma máquina. Mas o homem foi tentado pelo o agente empregado por Satanás a serpente; e a serpente com sutileza iludiu a Eva que persuadiu seu esposo Adão a desobedecer às ordens ditadas e se tornaram culpados diante de Deus. Agora se sentido culpado o homem procura fugir da presença de Deus, mas sem nenhuma chance, pois agora o homem terá que sofrer as consequências do sua desobediência através do juízo de Deus. E o juízo de Deus foi para todos, tanto o homem, a mulher como a serpente foram amaldiçoados por Deus e agora os homens estavam condenados a viver longe da presença de Deus. Mas as misericórdias de Deus são muitas e Deus proveu a redenção do homem, através da Semente da mulher. E Cristo Jesus é a Semente da mulher que veio ao mundo para esmagar o poder do Diabo e fazer provisão para a restauração do homem diante de Deus.

3. DEFINA A NATUREZA DO PECADO COMO SE REVELA NO VELHO TESTAMENTO, DEMOSTRANDO COMO OPERA NAS ESFERAS: MORAL, CONDUTA FRATERNAL, SANTIDADE, VERDADE, E SABEDORIA.
R: A natureza do pecado na esfera moral é conhecida como errar o alvo, errar o caminho e ser achado em falta. Na esfera da conduta fraternal o pecado é conhecido como violência ou conduta injuriosa. Na esfera da santidade as palavras usadas para descrever o pecado nesta esfera implicam em que o ofensor já usufruiu da relação com Deus. Na esfera da verdade as palavras que descrevem o pecado nesta esfera dão ênfase ao inútil e fraudulento elemento do pecado a mentira, e todo o pecado contém o elemento do engano Hb 3:13. Já na esfera da sabedoria os homens se portam impiamente porque não pensam ou não querem pensar corretamente; não dirigem suas vidas de acordo com a vontade de Deus, seja por descuido ou por deliberada ignorância.

4. DE NOVE PALAVRAS OU EXPRESSÕES DO NOVO TESTAMENTO QUE DESCREVAM O PECADO.
R: Errando o alvo, Dívida, Desordem, Desobediência, Transgressão, Queda, Derrota, Impiedade, Erro.

5. EXPLICA COMO O PECADO É TANTO UM ATO COMO UM ESTADO. QUAIS SÃO DUAS CONSEQUÊNCIAS?
R: Na qualidade de rebelião contra a lei de Deus, é um ato da vontade do homem; como separação de Deus, vem a ser um estado pecaminoso. As duas consequências são: Primeiro, é seguindo por consequências desastrosas para sua alma, e segundo, trará da parte de Deus o positivo decreto de condenação.

6. QUE EFEITO TEVE O PECADO SOBRE A IMAGEM DIVINA NO HOMEM?
R: O homem não perdeu completamente a imagem divina, porque ainda em sua posição decaída é considerado como uma criatura à imagem de Deus. Apesar de não estar inteiramente perdida, a imagem divina no homem encontra-se muito desfigurada. Jesus Cristo veio ao mundo tornar possível ao homem a recuperação completa da semelhança divina por ser recriado à imagem de Deus, Gl 3:10.

7. QUE É “PECADO ORIGINAL”?
R: O efeito da queda arraigou-se tão profundamente na natureza humana que Adão, como pai da raça, transmitiu os seus descendentes a tendência ou inclinação para pecar; Sl 51:5. Esse impedimento espiritual e moral, sob o qual os homens nascem, é conhecido como pecado original. Os atos pecaminosos que se seguem durante a idade de plena responsabilidade do homem são conhecidos como “pecado atual”. Cristo, o segundo Adão, veio ao mundo resgatar-nos de todos os efeitos da queda, Rm 5:12-21.

8. CITAR VÁRIOS VERSÍCULOS QUE DESCREVAM A CONDIÇÃO MORAL DA ALMA.
R: todos pecaram (Rm 3:9); Todos estão debaixo da maldição (Gl 3:10); O homem natural é estranho as coisas de Deus (1ª co 2:140); O coração natural é enganoso e perverso (Jr 17:9); A natureza e moral é corrupta (Gn 6:5,12; 8:21; Rm 8:7,8); O pecador é escravo do pecado (Rm 6:17; 7:5); É controlado pelo príncipe das potestades do ar (Ef 2:2); Está morto em ofensas e pecados (Ef 2:1); E é filho da ira (Ef 2:3).

9. DESCREVA O CONFLITO INTERNO DO HOMEM. DE QUE MANEIRA PODE-SE OBTER A PAZ?
R: No princípio Deus fez o corpo do homem do pó, dotando-o, desse modo, de uma natureza física ou inferior; logo soprou em seu nariz o fôlego da vida, comunicando-lhe assim a uma natureza mais elevada, unindo-o a Deus. Era o propósito de Deus a harmonia do ser do homem, ter o corpo subordinado à alma. Mas o pecado interrompeu a relação de tal maneira que o homem se encontrou dividido em si mesmo; o “eu” oposto ao “eu” em uma guerra entre a natureza superior e a inferior. Sua natureza inferior, frágil em si mesma, rebelou-se contra a superior e abriu as portas de seu ser ao inimigo. O homem pode obter a paz com o “Deus de paz” (1ª Ts 5:22) que subjuga os elementos beligerantes da natureza do homem e santifica-o no espírito, alma e corpo.


10. EXPLICAR A PASSAGEM QUE DIZ, “PORQUE NO DIA EM QUE DELA COMERES, CERTAMENTE MORRERÁS”.
R: A frase esta falando a respeito da morte física que o ser humano adquiriu pelo pecado original de Adão. Ainda que Adão se tivesse reconciliado, mas tarde com o seu Criador, a morte física continuaria de acordo com o decreto divino: “No dia em que dela comeres certamente morrerás”. Somente por um ato de redenção e de recriação o homem teria outra vez direito à árvore da vida que está no meio do paraíso de Deus. Por meio de Cristo Jesus a justiça é restaurada à alma, a qual, na ressurreição é reunida a um corpo glorificado.

11. QUE SIGNIFICA A PALAVRA “DESTRUIÇÃO” QUANDO É USADA EM REFERÊNCIA À SORTE DOS ÍMPIOS?
R: Notemos que a palavra “destruição”, quanto a sorte dos ímpios (Mt 7:13; Jo 17:12; 2ª Ts 2:3), não significa extinção. De acordo com o grego, perecer ou ser destruído, não significa extinção e sim pura ruína. O pecador que perece, ou que é destruído, não é reduzido ao nada, mas experimenta a ruína no que concerne a desfrutar comunhão com Deus e a vida eterna. O mesmo ainda existe hoje; quando dizemos: “sua vida esta arruinada” não queremos dizer que o homem está morto, e sim que perdeu o verdadeiro alvo ou objetivo da vida.

DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

Um comentário:

Anônimo disse...

Hello. And Bye.
http://www.yourtqab.com