JESUS, O NOSSO CRISTO, TE AMA!!!

RÁDIO EVANGÉLICA!!
   
AMIGOS, COMPARTILHEM ESSE BLOG!
Facebook Twitter Google+ Pinterest Reddit LinkedIn Addthis Delicious Digg Evernote Myspace NetLog Netvibes Tumblr WhatsApp

BY BG

220
Fãs
528
Fãs

Artigos

Opiniões

domingo, 25 de março de 2012

QUESTIONÁRIO DE PNEUMATOLOGIA.

PARACLETOLOGIA DOUTRINA DO ESPÍRITO SANTO

1) CITE A REFERÊNCIA DO EVANGELHO SEGUNDO SÃO JOÃO SEGUNDO A QUAL ENTENDEMOS QUE O ESPÍRITO SANTO NÃO FALA DE SI MESMO.
R: Mas, quando vier aquele, o Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. Jo 16:13.

2) DÊ A DEFINIÇÃO DE PNEUMATOLOGIA E CITE UMA RELAÇÃO DAS DOUTRINAS QUE COMPÕEM ESTA MATÉRIA TEOLÓGICA.
R: É a doutrina do Espírito Santo quanto a sua deidade, seus atributos, obras e operações.  O termo vem de pneuma (gr. “o ar”, “o vento”), cognato do O verbo pnéo, “respirar”, “sopra”, “inspira”. Significa, na Bíblia, principalmente o espírito humano, que, como o vento, é invisível, imaterial, dinâmico, potente. Mas pneuma (hb. Ruach) diz respeito também ao Espírito de Deus, a terceira Pessoa da Trindade.  Pai testifica do Filho (Mt 3:17); Filho Testifica do Pai (Jo 5:19); Filho Testificou do Espírito (Jo 14:26); Espírito Testificou do Filho (Jo 15:26).

3) O QUE EVIDENCIA QUE O ESPÍRITO SANTO É UMA PESSOA E É DEUS?
R: Personalidade é o conjunto de atributos de várias categorias que caracterizam uma pessoa. No seu aspecto psíquico, a personalidade consiste de intelecto, sensibilidade e vontade. Os três são também chamados de inteligência, afetividade e autodeterminação. No Espírito Santo vemos essa triplicidade de atributos da personalidade, a saber: Intelecto: “ninguém sabe a s coisas de Deus, senão o Espírito de Deus” (1ª Co 2.11). Sensibilidade: “E não entristeçais o espírito Santo de Deus” (Ef 4:30), e Vontade: “[O Espírito] repartindo particurlamente a cada um como quer” (1ª Co 12:11) e “a intenção do Espírito” (Rm 8:27). Como membro da unidade trina de Deus, o Espírito Santo é, pois, uma Pessoa. Esta declaração é comprovada na Bíblia e na experiência humana. Ele não é um deus entre os outros. As escrituras relatam um episódio nos primeiros dias da igreja, em Jerusalém, quando Ananias e Safira tentaram enganá-lo. Ele revelou ao apóstolo Pedro que o casal mentia, conforme registra Atos 5.3: "Por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo? Não mentistes aos homens, mas a Deus".

4) CITE OS PASSOS QUE O CRENTE DEVE DAR PARA RECEBER O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO.
R: Ser salvo, ser batizado no Espírito, crer com convicção na promessa divina do batismo, buscar o batismo com sede e oração, cuidar da vida espiritual e perseverar na unidade fraternal.

5) A PRINCIPAL FINALIDADE DOS DONS ESPIRITUAIS, À LUZ DE 1ª CORÍNTIOS 12-14, É PROMOVER O QUE?
R: A Edificação e Santificação da igreja.

6) CITE AS GRANDES TERMOS DESIGNADORES DOS DONS ESPIRITUAIS.
R: Pneumatika (1ª Co 12:1): Refere-se às manifestações sobrenaturais da parte do Espírito Santo através dos dons.
Charismata (1ª Co 12:4; Rm 12:6): Fala da graça subsequente de Deus em todos os tempos e aspectos da salvação.
Diakonai (1ª Co 12:5): Isto fala de serviço, trabalho e ministério prático. São ministrações sobrenaturais do Espírito através dos membros da igreja como um corpo.
Energemata (1ª Co 12:6): Isto é, os dons são operações diretas do poder de Deus para a realização de seus propósitos e para abençoar o povo.
Phanerosis (1ª Co 12:7): Os dons são sobrenaturais da parte de Deus; mas, conforme o sentido do termo original, aqui, eles operam igualmente na esfera do natural, do tangível, do visível.

7) EM QUE CONSISTE O PECADO DE ENTRISTECER O ESPÍRITO SANTO?
R: é o pecado cometido por incrédulos e crentes, consiste em fazer tudo àquilo que não agrada ao espírito de Deus, como ser ingrato para com Deus; ser negligente na vida espiritual; ser esquecido das bênçãos divinas recebidas e das coisas de Deus em geral; ser rebelde, desobediente de modo contínuo pra com Deus (cf. Is 63:10); ser mundano, o que implica infidelidade espiritual (Tg 4:5); e ser carnal (Gl 5:16).

8) A PALAVRA DE DEUS MENCIONA LÍNGUAS ESTRANHAS EM PELO MENOS DOIS SENTIDOS. QUAIS SÃO ELES?
R: Variedade de línguas 1ª co 12:10; é um dom de expressão plural, como indica seu titulo. É um milagre linguístico sobrenatural. Nem todos os crentes batizados com o Espírito Santo recebem este dom (1ª Co 12:30). Já as línguas como evidência física inicial do batismo, todos ao serem batizados no Espírito Santo as falam.
Interpretação das Línguas 1ª co 12:10. É um dom de manifestação de mensagem verbal sobrenatural, pelo Espírito Santo. Não se trata de “tradução de línguas” mas de “interpretação de línguas”. Tradução tem a ver com palavras em si; interpretação tem a ver com mensagem. As línguas estranhas como dom espiritual quando interpretadas, assemelham-se ao dom de profecia, mas não são a mesma coisa. O dom de interpretação é um dom em si mesmo, e não uma duplicação do dom de profecia (cf. 1ª Co 12:10.30; 14:5,13,26-28).

9) MENCIONE PELO MENOS TRÊS MINISTRAÇÕES DO ESPÍRITO SANTO AO CRENTE E DEFINA CADA UM DELAS.
R: O novo nascimento pelo Espírito (Jo 3:3-8). O novo nascimento abrange a regeneração e a conversão, que são dois lados de uma só realidade. Enquanto a regeneração enfatiza o nosso interior, a conversão, o nosso exterior. Quem diz ser nascido de novo deve demonstrar isso no seu dia-a-dia. A expressão “de novo” (v3), de acordo com o texto original, significa “nascer do Alto, de cima, das alturas”. Isto quer dizer que se trata de um nascimento espiritual realizado pelo Espírito Santo. O homem natural, portanto, desconhece esse novo nascimento (vv. 4-12; Jo 16:7-11; Tt 3:5).
A habitação do Espírito no crente (Jo 14:16,17; Rm 8:9). No Antigo Testamento, o Espírito agia entre o povo de Deus (Ag 2:5; Is 63:11b), mas com o advento de Cristo e por sua mediação, o Espírito habita no crente (Jo 20:21,22). Este privilégio é também reafirmado em 1ª Coríntios 3:16; 6:19; 2ª Coríntios 6:16; e Gálatas 4:6.
O Testemunho do Espírito de que somos filhos de Deus (Rm 8:15,16).  Esse testemunho é uma plena convicção produzida no crente pelo Espírito Santo de que Deus é o nosso Pai celeste (v.15) e de que somos filhos de Deus: “O mesmo Espírito testifica ... que somos filhos de Deus” (V.16. É, pois, um testemunho objetivo e subjetivo, da parte do Espírito Santo, concernente a nossa salvação em Cristo.

10) QUAL É A DIFERENÇA ENTRE O BATISMO DO ESPÍRITO SANTO E O BATISMO NO ESPÍRITO? CITE REFERÊNCIAS BÍBLICAS.
R: Batismo “do” e “pelo” Espírito Santo é quando o candidato salvo é imerso nas águas (1ª Co 12:13; Gl 3:27; Rm 6:3).
Batismo “com” e “pelo” Espírito Santo é a evidência física das línguas estranhas falada pelo crente conforme o Espírito concede (At 1:4,5,8; 2:1-4; 10:44-46; 19:2-6).

11) QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CONCEPÇÕES ERRADAS SOBRE O BATISMO COMO O ESPÍRITO SANTO?
R: Pensam que o batismo é o mesmo que salvação. Acreditam que o batismo é a habitação do Espírito no crente. Confundem o batismo com a santificação.

12) COMO OS DONS ESPIRITUAIS PODEM SER CLASSIFICADOS?
R: Em grupos conforme 1ª Co 12:8-10: 
Dons de manifestação do Espírito; 
Dons que manifestam o saber de Deus; 
Dons que manifestam o poder de Deus; 
Dons que manifestam a mensagem de Deus.

13) CITE PELO MENOS CINCO DONS DE MINISTÉRIOS PRÁTICOS E DEFINA-OS.
R: Ministério (Rm 12:7): Ministração, servir, prestar serviço material e espiritual sem primeiramente esperar recompensa, reconhecimento, retribuição, remuneração, com motivação e capacitação mediante este dom. É servir capacitado sobrenaturalmente pelo Espírito.
Ensinar (Rm 12:7): Ensinar no sentido didático, como deixa claro o original. É o dom espiritual de ensinar, tanto na teoria, como na prática; ensinar fazendo; ensinar a fazer; ensinar a entender; treinar outros. Educar no sentido técnico desta palavra. Não confundir com o ministério do ensino que tem a ver com ministros do evangelho, segundo efésios 4:11 e Atos 13:1 (“profetas e mestres”).
Exortar (Rm 12:8): Exortar, aqui, é como dom: ajudar, assistir, encorajar, animar, consolar, unir pessoas desunidas, que não se falam; admoestar.
Repartir (Rm 12:8): O sentido no original é dar generosamente, doar, oferecer, distribuir aos necessitados em primeiramente esperar recompensa ou reconhecimento, movido pelo Espírito Santo. Este dom ocupa-se da benevolência, beneficência, humanitarismo, filantropia, altruísmo.
Presidir (Rm 12:8): É conduzir, dirigir, organizar, liderar, governar, orientar com segurança, conhecimento, sabedoria e discernimento espiritual. Isso em se tratando de igreja, congregação, instituição, etc. Para alguém presidir desta maneira, só mesmo tendo de Deus este dom! a tendência natural de quem lidera e preside é ser duro, dominar somente pela autoridade, ser insensível.

14) QUANTO AOS ASPECTOS DA SANTIFICAÇÃO, CITE OS TRÊS PRINCIPAIS.
R: Posicional; Progressiva e Futura.

15) O QUE ABRANGE A SANTIFICAÇÃO POSICIONAL; ISTO É, EM QUE CONSISTE ELA?
R: Consiste na fé em Cristo Jesus.

16) O QUE É A SANTIFICAÇÃO PROGRESSIVA, SEGUNDO A BÍBLIA?
R: É o aperfeiçoamento em santificação do crente 2ª Co 7:1.

17) PORQUE OS DONS ESPIRITUAIS NÃO SUBSISTEM SEM O FRUTO DO ESPÍRITO?
R: Porque sem o fruto do Espírito surgirão: dissensões ou partidarismos, carnalidades, intemperanças e nunca trará edificação.

18) O QUE É O PECADO DE BLASFÊMEIA CONTRA O ESPÍRITO? POR QUE ESTE PECADO É IMPERDOÁVEL?
R: É atribuir continuamente os atos divinos a Satanás. É imperdoável porque sendo Ele o que convence do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16:7-11), e, que intercede por nós (Rm 8:26,27), é recusado, rejeitado e blasfemado (cf. 1ª Sm 2:25).

19) POR QUE NO ORIGINAL O DOM RELACIONADO COM A CURA APARECEM EM PLURAL, ISTO É, “DONS DE CURAS”?
R: Por ser multiforme na sua constituição e na sua operação. O plural ("dons") indica curas de diferentes enfermidades e sugere que cada ato de cura vem de um dom especial de Deus.

20) QUAL É A ATUAÇÃO DA TERCEIRA PESSOA DA TRINDADE NESSE PERÍODO QUE ANTECEDE O ARREBATAMENTO DA IGREJA?
R: O Espírito Santo é o agente divino que batiza ou implanta os crentes no corpo único de Cristo, que é sua igreja (1ª Co 12.13) e que permanece nela (1ª Co 3.16), edificando-a (Ef  2.22), e nela inspirando a adoração a Deus (Fp 3.3), dirigindo a sua missão (13.2,4), escolhendo seus obreiros (20.28) e concedendo-lhe dons (1ª Co 12.4-11), escolhendo seus pregadores (2.4; 1ª Co 2.4), resguardando o evangelho contra os erros (2ª Tm 1.14) e efetuando a sua retidão (Jo 16.8; 1ª Co 3.16; 1ª Pe 1.2). E convencer do pecado, da justiça e do juízo a humanidade (Jo 16:7-11).

DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

2 comentários:

João Maria Martins Bezerra disse...

Gostaria de ver algum texto bíblico para fundamentar o item 4. fique na paz de Jesus.

Pr Edson Castro disse...

A paz de Cristo Jesus esteja sobre vós.
Para os batizados: Jo 14:17; 20:22; At 2:39.
Para os Salvos: Lc 10:20; Jo 15:3; Jo 15:4,5,16.
Crer com convicção: Lc 24:49; At 1:4; 2:16,32,33; Gl 3:14.
Com sede e oração: At 1:4,14; Jo 7:37-39; Lc 11:13; Lc 24:52,53; At 5:32.
Cuidando da vida espiritual: Jo 15:2; Jo 14:17.
Unidade fraternal: At 1:14.

DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.