JESUS, O NOSSO CRISTO, TE AMA!!!

RÁDIO EVANGÉLICA!!
AMIGOS, COMPARTILHEM ESSE BLOG!
Facebook Twitter Google+ Pinterest Reddit LinkedIn Addthis Delicious Digg Evernote Myspace NetLog Netvibes Tumblr WhatsApp

BY BG

220
Fãs
528
Fãs

Artigos

Opiniões

domingo, 22 de maio de 2011

A BÍBLIA EM PORTUGUÊS 04

A BÍBLIA

Outras traduções

Outras traduções em língua portuguesa realizadas em Portugal são dignas de menção:
a) Os quatro evangelhos, traduzidos em elegante português pelo padre jesuíta Luiz Brandão.
b) No início do século XIX, o padre Antônio Ribeiro dos Santos traduziu os evangelhos de Mateus e Marcos, ainda hoje inéditos.
É fundamental salientar que todas essas obras sofreram, ao longo dos séculos,
implacável perseguição da Igreja Romana, e de muitas delas só escaparam um ou dois exemplares, hoje raríssimos. A Igreja Romana também amaldiçoou a todos os que conservassem consigo essas “traduções da Bíblia em idioma vulgar”, conforme as denominavam.

Período das traduções completas

Tradução de Almeida Coube a João Ferreira de Almeida a grandiosa tarefa de traduzir pela primeira vez para o português o AT e o NT. Nascido em 1628, em Torre de Tavares, nas proximidades de Lisboa, João Ferreira de Almeida mudou-se aos doze anos de idade para o sudeste da Ásia. Após viver dois anos na Batávia (atual Jacarta), na ilha de Java, Indonésia, partiu para Málaca, na Malásia, e lá, pela leitura de um folheto em espanhol acerca das diferenças da cristandade, converteu-se do catolicismo à fé evangélica. No ano seguinte, começou a pregar o evangelho no Ceilão e em muitos pontos da costa de Malabar. 
Não tinha ainda dezessete anos de idade quando iniciou o trabalho de tradução da Bíblia para o português, mas lamentavelmente perdeu o manuscrito e teve de reiniciar a tradução em 1648.
Por conhecer o hebraico e o grego, Almeida pôde utilizar-se dos manuscritos dessas línguas, calcando sua tradução no chamado Textus receptus, do grupo bizantino.
Durante esse exaustivo e criterioso trabalho, serviu-se também das traduções holandesa, francesa (de Baza), italiana, espanhola e latina (Vulgata).
Em 1676, João Ferreira de Almeida concluiu a tradução do NT e no mesmo ano remeteu o manuscrito para ser impresso na Batávia. Todavia, o lento trabalho de revisão a que a tradução foi submetida levou-o a retomá-la e enviá-la para ser impressa em Amsterdã.
Finalmente, em 1681, surgiu o primeiro Novo Testamento em português, trazendo no frontispício os seguintes dizeres, que transcrevemos ipsis litteris: “O Novo Testamento, isto é, Todos os Sacro Sanctos Livros e Escritos Evangélicos e Apostólicos do Novo Concerto de Nosso Fiel Salvador e Redentor Iesu Cristo, agora traduzido em português por João Ferreira de Almeida, ministro pregador do Sancto Evangelho. Com todas as licenças necessárias. Em Amsterdam, por Viúva de J. V. Someren. Anno 1681”.
Milhares de erros foram detectados nesse Novo Testamento de Almeida, muitos deles produzidos pela comissão de eruditos que tentou harmonizar o texto português com a tradução holandesa de 1637. O próprio Almeida identificou mais de 2 mil erros na tradução, e outro revisor, Ribeiro dos Santos, afirmou ter encontrado um número bem maior. Logo após a publicação do Novo Testamento, Almeida iniciou a tradução do AT. Ao falecer, em 6 de agosto de 1691, havia traduzido até Ezequiel 41:21. Em 1748, o pastor Jacobus op den Akker, da Batávia, reiniciou o trabalho interrompido por Almeida, e cinco anos depois, em 1753, foi impressa a primeira Bíblia completa em português, em dois volumes. Estava concluído, portanto, o inestimável trabalho de tradução da Bíblia por João Ferreira de Almeida.
Apesar dos erros iniciais, ao longo dos anos estudiosos evangélicos vêm depurando a obra de Almeida, tornando-a a preferida dos leitores de fala portuguesa.

Fonte: Bíblia Thompson

DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

Nenhum comentário: