JESUS, O NOSSO CRISTO, TE AMA!!!

RÁDIO EVANGÉLICA!!
AMIGOS, COMPARTILHEM ESSE BLOG!
Facebook Twitter Google+ Pinterest Reddit LinkedIn Addthis Delicious Digg Evernote Myspace NetLog Netvibes Tumblr WhatsApp

BY BG

220
Fãs
528
Fãs

Artigos

Opiniões

terça-feira, 30 de novembro de 2010

TEOLOGIA SISTEMÁTICA - MATÉRIA 01


INTRODUÇÃO

O termo teologia, segundo seus aspectos etimológicos, é composto de duas palavras gregas: Theos (Deus) e logos (palavra, fala, expressão).
Tanto Cristo, a Palavra Viva, como a Bíblia, a Palavra Escrita, são o Logos de Deus. Eles são para Deus o que a expressão é para o pensamento e o que a fala é para a razão.

A teologia, é portanto uma Theo-logia, isto é, uma palavra, uma fala ou expressão sobre Deus; uma doutrina sobre Deus. É o estudo sobre a revelação de Deus que é a expressão dos Seus pensamentos e, logo, é, também, o estudo sobre Sua própria Pessoa. Portanto teologia é o estudo sobre Deus, sua obra e sua revelação.

Embora não encontremos nas Escrituras a palavra teologia, ela é bíblica em seu caráter. Em Rm.3:2 encontramos ta logia tou Theou (os oráculos de Deus); em 1ªPe.4:11 encontramos logia Theou (oráculos de Deus), e em Lc.8:21 temos ton Logon tou Theou (a Palavra de Deus).

TEOLOGIA SISTEMÁTICA
Nenhuma exposição sobre Deus seria completa se não contemplasse Suas obras e Seus caminhos no universo que Ele criou, além de Sua Pessoa. Toda ciência provêm e mantêm relação com o Criador de todas as coisas e com Seu propósito na criação. E toda verdade é verdade de Deus, onde quer que ela seja encontrada. Deus se revelou na criação e nas Escrituras, e a verdade achada pelas ciências naturais e sociais, por cristãos ou profanos, não é verdade profana; é verdade sagrada de Deus (Cl.2:3). Toda verdade, onde quer que seja encontrada, tem peso e valor iguais como verdade, como qualquer outra verdade. Uma verdade pode ser mais útil em dada circunstância, e uma outra em outra, mas ambas têm valor como verdade.

Portanto é perfeitamente lícito utilizar-se de outras fontes, enquanto verdade, para o estudo da teologia. O estudo teológico que incorpora em seu escôpo o exame das ciências naturais e sociais, é denominado teologia sistemática.

DIVERSAS DEFINIÇÕES DE TEOLOGIA
A) Chafer: Uma ciência que segue um esquema ou uma ordem humana de desenvolvimento doutrinário e que tem o propósito de incorporar no seu sistema a verdade a respeito de Deus e o Seu universo a partir de toda e qualquer fonte (Lewis Sperry Chafer).

B) Chafer: Teologia sistemática pode ser definida como a coleção, cientificamente arrumada, comparada, exibida e defendida de todos os fatos de toda e qualquer fonte referentes a Deus e às Suas obras. Ela é temática porque segue uma forma de tese humanamente idealizada, e apresenta e verifica a verdade como verdade (Lewis Sperry Chafer).

C) Alexander: A ciência de Deus... um resumo da verdade religiosa cientificamente arranjada, ou uma coleção filosófica de todo o conhecimento religioso (W. Lindsay Alexander).

D) Hodge: A teologia sistemática tem por objetivo sistematizar os fatos da Bíblia, e averiguar os princípios ou verdades gerais que tais fatos envolvem (Charles Hodge).

E) Strong: A ciência de Deus e dos relacionamentos de Deus com o universo (A. H. Strong).

F) Thomas: A ciência é a expressão técnica das leis da natureza; a teologia é a expressão técnica da revelação de Deus. Faz parte da teologia examinar todos os fatos espirituais da revelação, calcular o seu valor e arranjá-los em um corpo de ensinamentos. A doutrina, assim, corresponde às generalizações da ciência (W. H. Griffith Thomas)

G) Shedd: Uma ciência que se preocupa com o infinito e o finito, com Deus e o universo. O material, portanto, que abrange é mais vasto do que qualquer outra ciência. Também é a mais necessária de todas as ciências (W. G. T. Shedd).

H) Definições Inadequadas: Para definir teologia foram empregados alguns termos enganadores e injustificados. Já se declarou que ela é "a ciência da religião"; mas o termo religião de maneira nenhuma é um sinônimo da Pessoa de Deus e de toda a Sua obra. Da mesma forma já se disse que ela é "o tratamento científico daquelas verdades que se encontram na Bíblia; mas esta ciência, embora extrai a porção maior do seu material das Escrituras, extrai também o seu material de toda e qualquer fonte. A teologia sitemática também tem sido definida como o arranjo ordeiro da doutrina cristã; mas como o cristianismo representa apenas uma simples fração de todo o campo da verdade relativa à Pessoa de Deus e o Seu universo, esta definição não é adequada.

OUTRAS TEOLOGIAS

A) Teologia Natural: Estuda fatos que se referem a Deus e Seu universo que se encontra revelado na natureza.

B) Teologia Exegética: Estuda o Texto Sagrado e assuntos relacionados, através do estudo das línguas originais, da arqueologia bíblica, da hermenêutica bíblica e da teologia bíblica.

C) Teologia Bíblica: Investiga a verdade de Deus e o Seu universo no seu desenvolvimento divinamente ordenado e no seu ambiente histórico conforme apresentados nos diversos livros da Bíblia. A teologia bíblica é a exposição do conteúdo doutrinário e ético da Bíblia, conforme originalmente revelada. A teologia bíblica extrai o seu material exclusivamente da Bíblia.

D) Teologia Histórica: Considera o desenvolvimento histórico da doutrina, mas também investiga as variações sectárias e heréticas da verdade. Ela abrange história bíblica, história da igreja, história das missões, história da doutrina e história dos credos e confissões.

E) Teologia Dogmática: É a sistematização e defesa das doutrinas expressas nos símbolos da igreja. Assim temos "Dogmática Cristã", por H. Martensen, com uma exposição e defesa da doutrina luterana; "Teologia Dogmática", por Wm. G. T. Shedd, como uma exposição da Confissão de Westminster e de outros símbolos presbiterianos; e "Teologia Sistemática", por Louis Berkhof, como uma exposição da teologia reformada.

F) Teologia Prática: Trata da aplicação da verdade aos corações dos homens. Ela busca aplicar à vida prática os ensinamentos das outras teologias, para edificação, educação, e aprimoramento do serviço dos homens. Ela abrange os cursos de homilética, administração da igreja, liturgia, educação cristã e missões.

Fonte: Vida Nova Comunidade Pentecostal.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

A EMBALAGEM DE DEUS


Um jovem estava para se formar. Já há muitos meses ele vinha admirando um lindo carro esporte. Sabendo que seu pai podia muito bem arcar com aquela despesa, ele disse ao pai que o carro era tudo o que ele desejava.
Como o dia da formatura estava próximo, o jovem esperava sinais de que seu pai tivesse comprado o carro. Finalmente, na manhã da formatura, o pai o chamou e disse quão orgulhoso se sentia por ter um filho tão bom e disse a ele o quanto o amava.
Então entregou ao filho uma caixa de presente, lindamente embalada.
Curioso e, de certa forma desapontado, o jovem abriu a caixa e encontrou uma Bíblia de capa de couro com o nome dele gravado em ouro.
Irado, ele levantou a sua voz para o pai e disse: Com todo o dinheiro que você tem, você me dá uma Bíblia? E violentamente saiu de casa.
Muitos anos se passaram, e o jovem tornou-se um homem de sucesso nos negócios.
Ele tinha uma linda casa e uma família bonita, mas certo dia percebeu que seu pai já estava idoso e resolveu visitá-lo.
Ele não via o pai desde o dia da formatura.
Antes de terminar os preparativos para a viagem, recebeu um telegrama informando que seu pai havia falecido e deixado todas as suas posses em testamento para o filho.
Ele precisava imediatamente ir à casa do pai e cuidar de tudo.
Quando lá chegou, sentiu um misto de tristeza e arrependimento preencher o seu coração.
Estava remexendo os documentos e papéis do pai quando viu a Bíblia, ainda nova, exatamente como ele havia deixado anos atrás.
Com lágrimas, ele abriu a Bíblia e começou a virar as páginas.
Seu pai havia sublinhado cuidadosamente o versículo de Mateus 7.11 "Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhes pedirem?"
Enquanto lia, uma chave de carro caiu da Bíblia.
Ela tinha uma etiqueta com o nome da revendedora, a mesma que tinha o carro esporte que ele tanto desejava.
Na etiqueta constava ao data da formatura, e as palavras: Totalmente pago.
Quantas vezes nós perdemos as bênçãos de Deus porque elas não vêm embaladas como nós esperamos pense nisso.
O SENHOR JESUS TE AMA.

Obg: Ir. Mariana Neves Hertzog.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

ANGELOLOGIA (Doutrina dos Anjos)


INTRODUÇÃO

A existência dos Anjos
A nossa terra representa um pequeno ponto no meio dos inúmeros corpos celestes de todo grau de resplendor. Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos e a lua e as estrelas que estabeleceste que é o homem, que deles te lembres? (Sl 8:3,4). 
De fato, nós criaturas humanas, somos nada no meio deste vastíssimo espaço. 
Em Gn 24:7 - O Senhor Deus do CÉU, que me tirou da casa de meu pai e de minha terra natal e que me falou, e jurou, dizendo: A tua descendência darei esta terra, ele enviará o seu anjo que te há de preceder, e tomarás de lá esposa para meu filho. Em Mt 1:20 - Enquanto ponderava nestas cousas eis, que lhe apareceu em sonho um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, porque o que nela foi gerado é do Espírito Santo. 
Em (2ª Rs 19:35) - Então, naquela mesma noite, saiu o Anjo do Senhor e feriu, no arraial dos assírios, cento e oitenta e cinco mil, e quando se levantaram os restantes pela manhã, eis que todos estes eram cadáveres. Por volta da metade da década de 90 irrompeu uma onda doutrinária a respeito dos anjos.

Angelologia: É o estudo referente aos anjos. 
É uma palavra vinda do encontro de outras duas palavras: angelos e logia, palavras gregas que significam anjo e estudo, respectivamente. 
Devemos estudar angelologia unicamente por uma perspectiva bíblica. 
Os anjos são mencionados em toda a BÍBLIA: 108 vezes no AT e 175 vezes no NT, 72 dos quais encontram-se no Apocalipse.

A Prova da existência dos Anjos 
I. Anjos no Antigo Testamento: 
1º) Nos livros da Lei: 
Gn 3:24 - E expulsou o homem e colocou querubins ao oriente do jardim do Éden e o refulgir de uma espada que se revolvia para guardar o caminho da arvore da vida. 
Gn 16:7 - Tendo-a achado o Anjo do Senhor junto a uma fonte de água no deserto, junto à fonte no Caminho do Sur. 
Gn 22:11 - Mas do céu lhe bradou o Anjo do Senhor : Abraão! Abraão! Abraão! Ele respondeu: Eis me aqui!. 
Gn 19:1 - Ao anoitecer, vieram os dois anjos a Sodoma, a cuja entrada estava Ló assentado; este, quando os viu, levantou-se e, indo ao seu encontro, prostrou-se, rosto em terra. 
Exemplos de capítulos e versículos que comprovam a existência de Anjos : 
a) Gn 28:12; Gn 32:24 
b) Ex 23:20; Ex 32:34 
c) Nm 20:16; Nm 22:31,35 
2º) Nos livros históricos: 
a) Jz 21; Jz 5:23; Jz 6:11; Jz 13:3 
b)1ª Rs 19:72; 2ª Rs 1:32 2ª Rs 19:35 
3º) Nos livros poéticos: 
a)Jó 4:18; Jó 33:23,24; Jó 1:6; Jó 2:1; Jó 38:7
b) Sl 29:1; Sl 91:11,12; Sl 103:20 
4º) Nos profetas:
a) Is 6:2 
b) Dn 6:22; Dn 3:25. 

II. O novo Testamento, reafirma a doutrina dos anjos exposta no Antigo testamento: 
1. Nos Evangelhos - Mt 1:20,24; Mt 2:13,19; Lc 1:26; Lc 1:11,13; Mc 1:13; Mt 28:2; Mt 13:39,49; Mt 18:10; Mt 22:30; Mc 12:25; Lc 15:10; Lc 16:22. 
2. Nos apóstolos - At 1:10,11; At 8:26; At 10:3; At 11:3; At 27:23
3. Nas Cartas Paulinas - Rm 8:38; Gl 3:19; Cl 1:16; Fp 2:10; 1ª Tm 3:16; 1ª Ts 4:16; Gl 3:19; Gl 1:18; Cl 2:18. 
4. Na carta aos Hebreus - Hb 1:4,5,13,14; Hb 2:2,5,7,9; Hb 12:22; 2ª Pe 2: 4,10; 1ª Pe 3:22. 
5. No apocalipse - Ap 5:11; Ap 8:2; Ap 14:15; Ap 15:1.

A Crença Universal sobre Anjos 
1º) As sutilezas Escolásticas. 
No período da Idade Média, muitos assuntos eram tratados com profundidade, mas às vezes eles desciam a considerações banais. Foi assim que o Escolasticismo tratou a doutrina dos anjos levantando questões sem nenhuma relevância para a sua compreensão, como por exemplo: 
a) Quantos anjos poderiam permanecer na ponta de uma agulha?
b) Um anjo poderia estar em dois lugares ao mesmo tempo?
c) Os anjos da guarda vigiam as crianças desde o nascimento? Depois de batizadas? Ou já desde o embrião?
2º) O Cristocentrismo.
Embora ser Cristocêntrico seja uma exigência para o Cristão e para o Cristianismo. 
A mensagem da Cruz. (1ª Co 1:18,21,22,23,25). "Certamente, a palavra da cruz é loucura para os que se perdem, mas para nós, que somos salvos, poder de Deus. Visto como, na sabedoria de Deus o mundo não o conheceu por sua própria sabedoria aprouve a Deus salvar os que crêem pela loucura da pregação. Porque tanto os judeus pedem sinais, como os gregos buscam sabedoria. Mas nós pregamos a Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os gentios. Porque a Loucura de Deus é mais sábia do que os homens ; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens". 
Estudando sua mensagem Cristocêntrica, corremos o risco de, procedendo assim por de lado outras doutrinas. 
A doutrina dos Anjos é uma questão de revelação de Deus, desde o Gênesis ao Apocalipse. 
3º) As mistificações. 
Estas mistificações causam repulsa e levam a considerar o assunto dos anjos uma questão de crendice popular ou de superstição que não merece uma reflexão séria. Esta é, provavelmente, mais uma razão porque a doutrina dos anjos é esquecida. Entretanto, ao invés de esquecê-la, apenas deveríamos nos livrar do misticismo em torno dos Anjos. Foi isto que Paulo condenou quando escreveu aos crentes de Colossos, que influenciados por práticas pagãs, corriam também o risco de estar em adoração a anjos, e não a Deus. 
Em Cl 2:18 - "Ninguém se faça arbitro contra vós outros,pretextando humildade e culto dos anjos, baseando-se em visões, enfatuado, sem motivo algum na sua mente carnal".

A Doutrina dos Anjos e a Teologia Sistemática.
- A BÍBLIA fala de Assembléia de anjos (note em Sl 89:5-8 consta à palavra Santos, mas o contexto dá a entender que são anjos), de sua organização para a batalha (Ap 12:7) e de um anjo que é rei sobre os terríveis seres apocalípticos que haverão de assolar a terra (Ap 9:11).
- Os anjos também possuem uma classificação governamental que indica organização e hierarquia Ef 3:10 (dos anjos Bons) e Ef 6:12 (dos anjos Maus). Sem dúvida, Deus determinou a organização dos anjos bons e Satanás a dos anjos maus.
- Do mesmo modo que nos governos terrenos há graduações e posições, também as há nas regiões celestiais.
- Os anjos estão em hierarquia ordenadamente. Aparecem em uma escala de graduação ou de autoridade. Esta graduação está de acordo com a atividade que exercem.

(1º) ARCANJO - É uma palavra grega - ARCHANGELOS. Na BÍBLIA aparece a menção de apenas um Arcanjo Miguel (só pode haver mesmo um arcanjo, pois a palavra significa o principal entre os anjos. Seu nome significa quem é como Deus ou semelhante a Deus. O prefixo arc, de Arcanjo, leva a supor ser este anjo um chefe principal e poderoso. E o significado do seu nome Miguel pode representar uma resposta a Lúcifer, cujo coração se elevou,dizendo Serei semelhante ao Altíssimo. (Is 14:14)

(2º) Anjos Governadores - Nos escritos Paulinos aparecem várias expressões que indicam ordens de anjos uma ordem de anjos bons ou maus, envolvido no a) Governo do universo (Rm 8:38; Ef 1:21, 3:10, 6:12; Cl 1:16, 2:10,15). Podem ser considerados como generais de exércitos angelicais. São anjos que têm poderes de príncipes.
b) Potestades - Devem ser anjos que exercem uma supremacia;possuem autoridade para governar. Sua principal atividade deve ser, remover os obstáculos que podem impedir o cumprimento da vontade de Deus, e para isso são investidos de especial autoridade (Rm 8:38; Ef 1:21, 3:10, 6:12; Cl 1:16, 2:10). Ef 3: 10 - pode dar a entender que potestades são anjos que aprendem algo da vontade de Deus ao contemplarem o que ele está realizando no seio da Igreja.
c) Poderes - Esta palavra ressalta o fato de que anjos e demônios têm maior poder que os homens. Pode referir-se de modo especial, aos anjos,que exercem poder sobre os fenômenos da natureza. (2ª Pe 2:11; Ef 1:21; 1º Pe 3,22).
d) Domínio - Deve ser uma classe de anjos que executam as ordens de Deus com relação as coisas criadas. (Cl 1:16; Ef 1:21) (e) Tronos - Esta designação enfatiza a dignidade e autoridade com a qual Deus investiu os anjos que Ele usa para governar. (Ef 1:21; Cl 1:16; 2ª Pe 2:10,11). Observe-se que em Cl 1:16 principados e potestades e tronos parecem referir-se a anjos bons. Ef 1:21, entretanto parece ser uma referencia a anjos bons e maus. Já em Rm 8:38; Ef 6:12 e Cl 2:15 parece que a referencia é apenas a anjos maus. Embora haja uma aparente semelhança entre estas denominações, temos de presumir que estes títulos representam uma dignidade incompreensível e os diversos graus de categoria. As esferas celestiais de governo excedem os impérios humanos como o universo excede a terra.

(3º) Querubins - Querubins derivam de querub (hebraico) cujo significado é guardar e cobrir. Com está função, os querubins aparecem mencionados em vários textos. Eles agiram como guardiões da Santidade de Deus, tendo guardado o caminho para a arvore da vida no jardim do Éden ( Gn 3:24). Querubins são portanto, anjos que defendem o caráter Santo de Deus. Assim os encontramos em ação. Exemplos de textos: Ex 26:1; Ex 36:81; 1ª Rs 6:23-29, 25:10-22.

(4º) Serafins - O nome Serafim tem origem na raiz hebraica Saraph, que significa ardente. Estes seres angelicais são mencionados apenas em Is 6:1-3. Eles aparecem ao redor do trono de Deus, a postos para cumprirem suas ordens. Os Serafins são considerados os mais nobres entre os anjos. Enquanto os querubins se ocupam em demonstrar a santidade deDeus, os serafins trabalham para promover a reconciliação, preparando os homens para uma adequada aproximação dele.

(5º) Outros Anjos - Um deles, mencionado pelo nome, È Gabriel (Dn 8:15-27, 9:20-27; Lc 1:19,26). Foi incumbida demissão extraordinária, para revelar os mistérios que se encontravam acima da compreensão humana. Gabriel significa Deus é forte. Aparece como mensageiro da misericórdia e promessas divinas. Alem do anjo Gabriel, aparecem outros anjos nas Escrituras, designados por Deus para tarefas específicas: 
a) Mensageiros do juízo (Gn 19:13; 2ª Rs 19:35)
b) Com poder sobre o fogo (Ap 14:18)
c) Com poder sobre as águas (Ap 16:5)
d) Os sete anjos anunciadores de juízos (Ap 8:2)
e) Anunciadores de nascimento das Crianças (Gn 18:1,10; Jz 13:3).

A Criação dos Anjos. 
A palavra anjo deriva da língua latina: Angelus, que é correspondente à palavra grega angelos. 
No hebraico a palavra para anjo é Malíako. 
O significado comum é mensageiro, enviado. 
Anjos, com o sentido de mensageiros, não diz respeito à natureza espiritual desses seres, mas determina sua missão. Comesse mesmo sentido de mensageiro ou enviado. 
Pessoas humanas são chamadas anjos: O sacerdote (Ml 2:7), o rei (2ª Sm 14: 17,20), os pastores líderes das sete igrejas do Apocalipse (Ap 2:1,8,12,18, 3: 1,7,14). Contudo, não é difícil perceber quando o termo se refere aos seres celestiais, porque vem associado à pessoa de Deus como, por ex: (Gn 16:7, 28:12 e Sl 34:7). Deus criou tudo o que existe, as coisas visíveis e as invisíveis. Entre elas criou os anjos (Cl 1:16). Examinando a BÍBLIA, concluímos que foram criados todos de uma só vez. Deus criou uma companhia de anjos e não uma raça.

A natureza dos Anjos
Originalmente as criaturas angelicais eram Santas. 
Todas as outras coisas criadas por Deus eram boas (Gn 1:31) e os anjos foram criados neste estado de justiça, bondade e santidade. Havia uma condição original de igualdade em todos os anjos (2ª Pe 2:4). 
Os anjos que assim perseveraram, continuaram a serviço do Senhor e foram chamados eleitos. (Mt 18:10, 1ª Tm 5:21). 
Os anjos maus são os que não persevera no estado original. 
Rebelaram-se e tornaram-se inimigo de Deus dos outros anjos e dos homens, e estão condenados a tormentos e castigo eterno.  (Jd 6, Mt 8:29, 25:41, 1ª Jo 5:19, Jo 16:11). 
Os anjos são seres pessoais, Deus atribui a esses seres que criou, características pessoais. 
A crendice popular tem os anjos com espíritos impessoais ou influencia sobre os homens. 
São seres inteligentes, tem vontade própria e prerrogativas específicas. 
Os anjos de Deus não tomam outros corpos para se manifestarem, mas tomam formas de pessoas humanas visíveis para se fazerem manifestos. Sendo espirituais são também invisíveis. 
Os anjos podem influenciar a mente humana do mesmo modo como outro ser humano pode influenciar. 
A influencia dos anjos maus, porém, pode ser impedida pelo poder de Deus (Ef 6:10-12 ; 1ª Jo 4:4-18). (Exemplos de textos e natureza dos Anjos: Hb 1: 13-14; Mt 26:53; Mt 22:30; Hb 12:22; 1ª Rs 22:19; Dt 33:2; Lc 1:26; Jd 9; Ap 9:11; Lc 20:36; 1ª Tm 6:16; Lc 20:35,36; Mt 8:16; Ef 6:12; Hb 1:14; Lc 24:39; Mt 22:30; Gn 18:2, 19:2; Gn 18:8, 19:3; At 10:4,22; Ap 14:10; Is 14:12; Ez 28:15; Jo 8:44; 2ª Pe 2:4; Lc 9:26; Ap 10:1-3; Hb 1:5-13; 2ª Pe 2:11; Sl 103:20; Ap 14:18,16:5; 2ª Sm 14:17,20; Mt 24:36; 1ª Pe 1:12; Lc 20:35-36.

Elaboração Pr. Sérgio Feliciano.
Fonte: pastorsergiopereira@bol.com.br



DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

DATAS HISTÓRICAS BÍBLICAS + -



(+ou-)As Datas históricas antes de Cristo:
3.728 a.C. – Deus criou Adão.
2.672 a.C. – Nasceu Noé.
2.072 a.C. – Ocorreu o Dilúvio.
1.780 a.C. – Nasceu Abrão.
1.705 a.C. - Deus chama Abrão aos 75 anos, para a terra de Canaã (Gên 12.1-3)
1.580 a.C. - Deus confirma a aliança que tinha feito com Abraão a Isaque, quando Isaque era da idade de 100 anos, sendo Jacó da idade de 40 anos (Gên 26.1-5).
1.512 a.C. – José aos 17 anos de idade é vendido como escravo no Egito, a faraó. (Gên 37.36).
1.490 a.C. – Jacó tinha 130 anos de idade, quando ele e seus filhos entraram no Egito (Gên 46.1-26).
1.060 a.C. – Moíses tinha 80 anos quando tirou os Filhos de Israel do Egito, Após 430 anos. “O Êxodo” .
1.020 a.C. – Morte de Moíses
1.020 a.C. a 720 a.C. - O período dos 300 anos que Israel habitou em Hesbom (Juízes 11:26)
1.019 a.C. – Destruição dos Muros de Jericó, comandada por Josué.
720 a. C a 664 a. C. - O período que os Filisteus oprimiram a Israel.
663 a.C. a 624 a.C. - O reino de Saul.
624 a.C. a 584 a.C. - O reino de Davi.
584 a.C. a 545 a.C. - O reino de Salomão.
573 a.C. – Salomão termina a construção do Templo.
573 a.C. a 171 a.C. - Da construção do 1º Templo, feito por Salomão até destruição feita por Nabucodonozor, o qual queimou o Templo e a casa do Rei Salomão, foi um período de 402 anos.
181 a.C. - Início do cativeiro babilônico, O Rei Joaquim é Preso por Nabucodonozor.
171 a.C. a 104 a.C. - Da destruição feita por Nabucodonozor, o qual queimou o Templo e a casa do Rei Salomão, até a reconstrução do Templo, feita pelo Rei Dario, foi um período de 67 anos.
112 a.C. - Fim do Cativeiro, período de 70 anos que ficaram cativos, até que os setenta anos se cumpriram (II CRôNICAS 36:21), e no primeiro ano do Rei Ciro, o persa, ele permite o retorno dos judeus à sua terra (Esdras 1).
104 a.C. - A segunda Casa de Deus foi reconstruida no 6º ano do reinado do rei Dario ano 3.624 desde a Criação, 469 anos após a primeira construida pelo rei Salomão no 11º ano de seu reinado no ano 487 desde a saída do Povo do Egito ou ano 3.155 desde a criação, ou ano 573 a.C
85 a.C. – Esdras subiu Jerusalém no ano sétimo do Rei Artarxerxes.
72 a.C. No ano vigésimo do rei Artaxerxes, Neemias chegou a Jerusalém. E contemplou os muros de Jerusalém, que estavam fendidos, e as suas portas que tinham sido consumidas pelo fogo. (Neemias 2:1-13)
60 a.C. No ano trinta e dois de Artaxerxes, rei de Babilônia, vim eu ter com o rei, Ano 3.668 desde a Criação; ou Ano 1.000 desde a saída do Povo do Egito; ou Ano 60 a.C
60 a.C. a 01 a.C – Reinado de Herodes o Grande.
*Jesus* Nasce o Cristo, no ano 3.728 desde a criação ou 1.060 desde a saída do povo do Egito.
João Batista batiza a Jesus, no ano 3.757 desde a criação ou 1.089 desde a saída do povo do Egito.
João Batista morre decapitado, no ano 3.758 desde a criação ou 1.090 desde a saída do povo do Egito. LIVRO: LUCAS 16:16 A lei e os profetas duraram até João Batista ; desde então é anunciado o evangelho do reino de Deus, e todo homem emprega força para entrar nele. Indaléssio comenta: A Lei dada por Deus a Moíses no ano 2.668 desde a Criação, durou até o ano 3.758 no ano da morte de João Batista e início do ministério de Jesus, que nos trouxe o Novo Concerto. Portanto a Lei e os Profetas duraram 1.090 anos. (1.060 a.C + os 30 anos de João Batista quando morreu).
Morte e Ressurreição de Jesus, ocorrida no ano 3.761 desde a Criação; ou no ano 1.093 desde a saída do Povo do Egito.
Ano 3.761 - Início da contagem do tempo Depois de Cristo ( d.C ) + Ano 2.008 d.C (ano corrente desde a morte e Ressurreição de Jesus até hoje)= Ano 5.769 calendário Judaico.
Fonte: agracadenossosenhorjesuscristosejacomtodosvosamem@ig.com.br


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

EXERCÍCIO DE TEOLOGIA 1.


EXECÍCIOS BÍBLICOS

BÍBLIA

012) QUAIS OS PAÍSES E REGIÕES EM QUE FORAM ESCRITOS OS LIVROS DA BÍBLIA?
R: Palestina, Babilônia, Egito, Síria, Ásia menor, Grécia e na Itália, Ásia, África e Europa.

013) O QUE É E QUAIS SÃO OS LIVROS APÓCRIFOS?
R: Livros que não possuem nenhum embasamento para comprovar a sua autenticidade a seu caráter profético, ou seja, não são inspirados por Deus, são eles: Tobias, Judite, Sabedoria de Salomão, Eclesiástico, Baruque, Macabeus I e II, além dos sete livros citados há quatro acréscimo são eles: Ester (a Ester 10.4-16.24); Cânticos dos três santos filhos (a Daniel 3.24-90); História de Suzana (a Daniel cap.13); Bel e o Dragão (a Daniel cap.14).

014) PORQUE A BÍBLIA É SEMPRE ATUALIZADA?
R: Porque e palavra viva e eficaz como nos ensina em Hb 4.12; Que se renova todo o dia e permanece para sempre 1ª Pd 1.24,25.

015) PORQUE SE PODE AFIRMA QUE O ESPÍRITO SANTO ESTÁ EMBUTIDO NA BÍBLIA?
R: Porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana, entretanto homens “santos” falaram da parte de Deus     movidos pelo o Espírito Santo 2ª Pd 1.21. A Bíblia é a profecia revelada do Deus vivo aos homens.

016) O QUE SIGNIFICA O NOME BÍBLIA?
R: Também conhecida como Cânon das Santas Escrituras. A palavra Bíblia vem do grego biblion, Livro por excelência, “Conjunto de Livros”.

017) QUAIS OS TRÊS MAIORES LIVROS DO ANTIGO TESTAMENTO E OS TRÊS MAIORES DO NOVO?
R: O tamanho relativo dos livros indica-se pelo nº de paginas e ñ de capítulos.
Salmos 98 pág., Jeremias 65 pág., Ezequiel 59 pág., Lucas 40 pág., Atos dos Apóstolos 38 pág., Mateus 37 pág.

018) QUAL O VALOR RELIGIOSO DA BÍBLIA?
R: O valor conciste no caráter essencialmente religioso da sua mensagem, que a transforma no livro sagrado por excelência, tanto para o povo de Israel quanto para a igreja Cristã.

019) A PARTIR DE QUANDO SE DIVIDIU A BÍBLIA EM CAPÍTULOS?
R: A divisão da Bíblia em capítulos foi no ano de 1250 d.C., e     atribui-se ao cardeal Hugo, falecido em 1263, e também a Stephen Langton, no ano de 1551, falecido em 1228.

020) QUAIS FORAM OS DOIS PRIMEIROS TRADUTORES DA BÍBLIA PARA O PORTUGUÊS?
R: A primeira pessoa a traduzir partes da Bíblia para o português foi D. Diniz (1279-1325). Mas a primeira tradução completa da Bíblia para o português foi     de João Ferreira de Almeida – 1681, (mesmo não único), e o Padre Antônio Pereira Figueiredo – 1790.

021) ONDE FOI IMPRESSA A PRIMEIRA BÍBLIA?
R: A Bíblia foi o primeiro livro impresso no mundo após a invenção do prelo em 1452 em Mainz, Alemanha.

022) PORQUE A IGREJA CATÓLICA NÃO DEIXAVA O POVO ESTUDAR A BÍBLIA?
R: Porque a Bíblia entrava em contradição com as inovações anticristã aceitas pela igreja católica, e eles não tinham como justificar as suas práticas a luz das escrituras; No séc. XIII do ano de 1229 foi proibido a leitura da Bíblia aos leigos.

023) O QUE ERA PAPIROS E PERGAMINHO?
R: Papiros = Folhas extraído da entrecasca de uma planta aquática desse mesmo nome, no ano 3.000 a.C.
Pergaminho = Superior ao papiro era feito de pele de animal no séc. 1 d.C.


OBS: NEM TODAS AS QUESTÕES ESTÃO CORRETAS É PRECISO CONFIRMA-LAS.

DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A IGREJA DO BOICOTE

BOICOTAR!!!

O que é Boicote? Ato ou efeito de boicotar; boicotagem.
Significa: Esquivar, não fazer coletivamente ou individualmente a qualquer atividade a que se tenha sido convidado.

Pois é! Hoje em dia o que mais se tem dentro de boa parte das igrejas são os boicoteiros de plantão, aqueles elementos que se dizem crentes, aqueles empecilhosos que acostumaram a ir para a igreja porque já não tem para onde ir nem o que fazer, está conformado com o não crescimento da obra de Deus, e nem querem fazer algo diferente para mudar, pois ficam com medo de perderem suas posições se a coisa der certo.
- Pois é! Andam fazendo e acontecendo nas igrejas sem nenhuma vergonha na cara.
- Por experiência própria pude ver aqui em Brasília esses bandos de incircuncisos agir.
- Eles se unem quando percebem rumores de qualquer natureza que tenha o intuito de melhorias no crescimento da igreja, um liga por outro que vai ligando para o outro até por fim ligarem para todos e ninguém aparece para o que se foi convidado.
- Aqui em Brasília conheço umas igrejas que os membros são exper nisso verdadeiros descarados, o bando tem até pastores e muitos obreiros envolvidos, o interessante é que quando você encontra os mesmos, eles fazem aquela carinha de santinho como se não soubesse o que ouve.
- Por isso João chamou os fariseus de raça de víboras, por causa da hipocrisia deles, os tais ai citados não são diferentes.
- Lembram-se quando o rei convidou os súditos para as bodas de seu filho, eles o boicotaram, não quiseram ir, mas o que o rei mandou fazer: Convide e traga todos os que encontrarem e mate os meus súditos que não quiseram vir Mt 22:14.
- Muitas vezes buscam boicotar quem trabalha em detrimento do bom andamento das coisas ao seu redor.
- Os boicoteiros como não têm coragem de te ajudar, vão te boicotar pelas costas, fique esperto vigie.
- Se isso estiver acontecendo com você entrega esses tais nas mãos do Senhor. Lembre-se a obra é do Senhor, o dia de prestar contas vai chegar.
- Quando somos perseguidos é uma prova de que estamos agradando a Deus (Mt 5.10-12).

BOICOTAR É ALMADIÇOAR.

Deus em Cristo vos abençoe.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

O LÍDER MEDÍOCRE

ERROS DE UM PÉSSIMO LÍDER:

Têm que estar sempre certos: Eles precisam sempre ganhar as discussões, forçar as pessoas a concordarem com elas e lazer tudo do seu jeito. Seu ego nunca permite que eles aceitem que estão errados ou que cometeram um erro. Isso acaba destruindo qualquer possibilidade de criatividade ou inovação dentro da equipe.

Perdem a calma por qualquer coisa: A maioria dos chefes medíocres usará sua raiva e temperamento explosivo para controlar ou intimidar os outros.

Externam seus problemas jogando a culpa nos outros: Ao fazer isso, ao invés de ajudar a resolver o problema e evitar que ele ocorra novamente, só conseguem aumentar os ressentimentos e a desmotívação dentro da equipe.

Têm pouca tolerância e nenhuma paciência: Tendem a desrespeitar e diminuir sua equipe, tornando bastante desagradável o ambiente de atividades, matando a paixão e a energia de todos.

Têm sérios problemas para controlar-se: A maioria dos líderes medíocres têm que estar permanentemente no controle. Sentem-se perdidos ou desconfortáveis quando algum outro está no comando. Acreditam que têm todas as respostas, e acham que sempre devem ter a resposta certa,

Têm medo de delegar: Rodeiam-se de pessoas parecidas com eles na forma de pensar, acreditar, comportar e mesmo de vestir. Depois tratam essas pessoas como se fossem escravos sem cérebro, que existem apenas para seguir suas ordens e produzir os resultados adequados. Obviamente, isso acaba matando a liberdade de expressão, a diversidade e qualquer possibilidade de mudança!

Não têm um propósito maior na vida: A maioria dos líderes medíocres se preocupam mais com as estatísticas do que as pessoas. Cobram sem parar, e perturbam o ambiente, ao invés de estimular as pessoas.

Não têm a habilidade de reconhecer sinceramente: Não conhecem as pessoas pelo que elas são -somente pelo que produzem. Ao serem questionados sobre o assunto, já que existem beneficios comprovados em cuidar do lado humano da equipe, os medíocres sentem-se altamente desconfortáveis, pois se são incompetentes em lidar com suas próprias emoções, imagine então com a dos outros.

Têm baixíssima inteligência emocional: Enquanto muitos medíocres tem níveis altos de inteligência e treinamento, com formação em Universidades famosas e muito conhecimento técnico, tendem também à pobreza nas qualidades pessoais, de personalidade e caráter fundamentais para liderar e inspirar uma equipe. Este deíèito acaba provocando reflexos em outras áreas, como por exemplo, constantes mudanças nos trabalhos e planos.

Não têm autenticidade e honestidade: Acha que pode enganar o público com pequenas mentiras, meias verdades e falsas promessas, esquecendo-se que com estes 'pequenos detalhes na verdade estão cavando sua própria ruína. 

* As pessoas podem até esquecer-se de algo que você tenha feito ou dito mas nunca se esquecerão de quem você é, como é e como as tratou. O mundo é pequeno trate-as bem!

FONTE: A LIDERANÇA CRISTÃ NA ATUALIDADE.

DEUS EM CRISTO JESUS NOS ABENÇOE.

domingo, 21 de novembro de 2010

SUBORNO

MALA

Suborno: ato de oferecer peitas; dádiva com que se corrompe alguém para obter algo ilícito ou imoral. O suborno é condenado por Deus: Êx 23:8; Dt 16:19; Jó 15:34; Sl 26:10; Pv 17:23. Exemplos de suborno: Balaque, Nm 22:17; Dalila, Jz 16:5; Os filhos de Samuel, 1ª Sm 8:3; Jeroboão, 1ª Rs 13:7; Judas, Mt 26:15; os soldados que guardavam o sepulcro do Senhor Jesus, Mt 28:12; Félix, At 24:26.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

JUGO DESIGUAL


CANGA


O que é o jugo desigual? Porque o jugo desigual é difícil de levar?

- Pois bem o jugo desigual é tudo aquilo que é contrário ao desejo dá verdade, é tudo que te impede de ser feliz é opressão.

Um dos maiores jugos desigual da atualidade tem sido o casamento, são pessoas incompatíveis umas das outras, não se aceitam, não se suportam, não se respeitam, mas pela a necessidade de viverem juntas e mostrar algo diferente a sociedade, elas se aceitam mais dentro da aparência do que do amor recíproco, sofrendo e fazendo sofrer. Por isso o jugo desigual é difícil de levar, e o casamento vira um sacrifício doloroso em vez de pura satisfação. O bom de tudo é que você tem a oportunidade de escolher entre o sacrifício e a satisfação; pois esta vivendo o livre arbítrio, ou seja, a escolha sem imposição. Então saiba e aprenda a fazer sempre a melhor escolha, porque depois que os anos passarem dentro ou fora de relacionamento, qualquer rompimento pode causar prejuízo irreparáveis e grandes cicatrizes, lembre-se você é especial o Senhor Jesus te ama.


Fika na paz de Cristo Jesus.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

UMA MENSAGEM PARA TI...



VASO ESCOLHIDO..
 
Muitos são os que te esperam ver caído, prostrado;
Abatido e verem teu fim, muitos são os que esperam tua derrota,
Ver você em tristeza, sem nenhuma porta para entrar e prosseguir.
Mas tu és um Vaso escolhido de Deus;
Ele mesmo envia dos céus anjos para te guardar;
Ainda que sejas atingida e caia no chão;
Com o Braço Forte e Poderosa Mão Ele vem pra te levantar.
Vaso escolhido quando quebra, Deus refaz mais forte ainda!
ELE passa novamente o Vaso pelo fogo e não deixa prostrado um Vaso Seu;
E, se o Vaso está vazio, Deus manda renovo e faz do Vaso velho e quebrado
Um Vaso novo, enche de Poder, de Glória e de Unção.
Vaso escolhido quando entra numa grande prova Deus vem com socorro e lhe abre a porta;
Vaso escolhido é feito pra cantar Vitória;
Tu és um Vaso escolhido feito pra cantar Vitória!
Descansa em DEUS, ELE é contigo.

DEUS VOS ABENÇOE EM CRISTO JESUS.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

PENSAMENTOS EM MENSAGENS


* A BÍBLIA HOJE SERVE COMO INSTRUMENTO DE ATAQUE E DEFESA E AS PESSOAS SOFREM POR FALTA DE CONHECIMENTO.
* A IGREJA DE HOJE PADECE POR FALTA DO CONHECIMENTO DA IGREJA DE ONTEM.
* O HOMEM SÓ APRENDE COM CORREÇÕES.
* QUANDO SE COLOCA PESSOAS LEIGAS NA LIDERANÇA DE OUTRAS PESSOAS A OBRA SOFRE E A IGREJA NÃO CRESCE, QUANDO SE COLOCA PESSOAS CULTAS NA LIDERANÇA A IGREJA TENDE A MELHORAR.
* O PIOR TOLO É AQUELE QUE ACHA QUE ESTA CERTO SENDO ERRADO.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

CERIMÔNIA DE CASAMENTO

CASAMENTO

O casamento é uma instituição civil e religiosa, estando, portanto, sujeito a regulamentos jurídicos. 
O pastor deve familiarizar-se com as leis do Estado e da Nação onde estiver celebrando esta cerimônia, pois só assim manterá sua consciência tranqüila, sabendo que está cumprindo os requisitos da lei. 
Além disto, deve manter um registro no qual fará constar os casamentos realizados em sua igreja, com todos os dados necessários, e a assinatura dos cônjuges, das testemunhas e do ministro oficiante. 
A cerimônia pode ser celebrada no templo, ou em uma casa particular, mas sempre na presença de testemunhas.
Convém que o pastor e os cônjuges ensaiem antecipadamente a ordem do programa da cerimônia para evitar confusões. 
O pastor deve orientar e participar de um ensaio com as pessoas envolvidas, mostrando como se deve entrar e sair durante uma cerimônia nupcial. 
Nota: Em algumas cidades brasileiras, o pastor, antes de realizar a cerimônia religiosa, exige dos nubentes a certidão de casamento civil. Porém, em outras cidades, o pastor realiza o Casamento Religioso para Efeitos Civis. Nesse último caso, antes de realizar a cerimônia, o pastor exige dos noivos a certidão de habilitação para eles poderem se casar. 
Essa certidão é requerida junto ao cartório do distrito de residência de um dos nubentes. De posse desse documento, o pastor realiza o Casamento Religioso para Efeitos Civis. Na semana seguinte à cerimônia, o casal ou um de seus familiares, encaminha ao cartório o Termo de
Casamento Religioso para Efeitos Civis, comprovando a realização da cerimônia religiosa, e solicitando a Certidão de Casamento, devidamente registrada. Pastores que exigem antecipadamente a apresentação da certidão de casamento civil estão, inadvertidamente e sem necessidade, colocando-se em uma posição inferior a da autoridade civil.



DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

ADULTÉRIO.


É toda relação sexual extraconjugal do homem ou da mulher casados. No AT, a mulher é considerada propriedade do marido e a virgem, antes do noivado, propriedade do pai. Por isso o adultério da mulher e a defloração duma virgem são um crime contra a lei e contra o direito da propriedade (Ex 20,14; 22,15-16), punível com a morte (Dt 22,22-29). O povo eleito, infiel a Deus, é comparável à mulher adúltera (Os 1–3; Jr 2–3; Ez 16). Jesus condenou o adultério, até o simples desejo de cometê-lo (Mt 5,27s; 19,3-9), mas perdoou à mulher adúltera (Jo 8,1-11). O cristão é membro de Cristo, templo do Espírito Santo e vive uma vida nova na luz; por isso não deve profanar-se com o adultério e a fornicação (1Cor 5; 6,12-19; Ef 4,17–5,20).


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.