JESUS TE AMA..

HORA H..

AMIGOS COMPARTILHEM ESSE BLOG!

Delicious Digg Evernote Facebook Google+ LinkedIn Myspace NetLog Netvibes Pinterest Twitter Tumblr WhatsApp Addthis

SEGUIDORES ABENÇOADOS..

224
Assinantes
294
Fãs
201
Fãs
621
Seguidor

Artigos

Comentou

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

OS CÉUS




A palavra "céu" é usada muitas vezes na Bíblia. Algumas vezes refere-se ao firmamento, com suas nuvens e estrelas. Mas, no seu sentido mais profundo, ela se refere ao lugar onde Deus Pai tem o Seu trono e de onde governa o universo inteiro. Jesus chamou-o "a casa de meu Pai". João 14:2. 
Deste céu é que veio Jesus e a ele é que ascendeu. Atos 1:10-11. 
Ali é que vivem os poderosos anjos e dali é que vem à terra, de novo voltando. Para este glorioso lugar é que vai cada filho de Deus nascido de novo, imediatamente após a morte. Pouco nos é contado a respeito deste céu senão que é lugar para cada um de nós (Jo 14:2), e este é evidentemente o "novo céu". Ap 21:1,2. Uma descrição maravilhosa dele nos é dada nas Escrituras Ap 21 e 22.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

CRISTO É O CENTRO E O CORAÇÃO DA BÍBLIA


O Antigo Testamento descreve uma nação.
O Novo Testamento descreve um HOMEM.
A nação foi estabelecida e nutrida por Deus para que desse aquele Homem ao mundo.


O próprio Deus tornou-se homem para dar ao gênero humano uma idéia concreta, definida e palpável do que seja a Pessoa que devemos ter em mente quando pensamos em Deus. Deus é tal qual Jesus. Jesus era Deus encarnado, em forma humana.
Seu aparecimento na terra é o acontecimento central de toda a história. O Antigo Testamento fornece o cenário para esse aparecimento. O Novo Testamento descreve-o. Como homem Jesus viveu a vida mais peculiarmente bela que já se conheceu. Ele foi o homem mais bondoso, mais terno, mais gentil, mais paciente, mais compassivo que já existiu. Deleitava em ajudar. Operava milagres estupendos para alimentar gente faminta. Aliviando os que sofriam, esquecia-se de comer. Multidões cansadas vencidas pelas dores, de coração aflito, vinham a Ele e encontravam cura e alívio. Dele, e de mais ninguém foi dito, que, se todas as suas obras de bondade fossem registradas, o mundo não poderia conter livros. Jesus foi este tipo de homem. E Deus é este tipo de Pessoa.


Depois: Ele morreu numa cruz, para tirar o pecado do mundo, para tornar-se o Redentor e Salvador do homem.
Depois ainda: Ressurgiu dos mortos e agora vive. Não é apenas uma personalidade histórica, porém, uma Pessoa viva. Ele é o fato mais importante da História e a força mais vital no mundo de hoje.


Toda a Bíblia se desenvolve ao redor desta bela história de Cristo e da Sua promessa de vida eterna, feita a quantos O aceitam. A Bíblia foi escrita somente para que o homem creia e entenda e conheça e ame e siga a CRISTO.
Cristo, centro e âmago da Bíblia, centro e âmago da História, é o centro e âmago de nossas vidas. Nosso destino eterno está em suas mãos. De aceitá-LO ou rejeitá-LO depende de cada um de nós, a glória eterna ou a ruína eterna, o céu ou inferno, ou um, ou outro.


A mais importante decisão que alguém possa ser chamado a tomar é a de resolver, em seu coração, uma vez para sempre, a questão de sua atitude para com Cristo. Disso depende tudo.


É uma coisa gloriosa ser crente, o mais elevado privilégio da raça humana. Aceitar a Cristo como Salvador, Senhor e Mestre, porfiar sincera e devotamente por segui-LO no caminho da vida que Ele ensinou, é,  certa e decididamente, o modo mais razoável e mais satisfatório de vida. Isso significa paz, paz de espírito, contentamento de coração, perdão, felicidade, esperança, vida, vida aqui e agora, vida abundante, VIDA QUE NUNCA FINDARÁ.


Como pode alguém ser tão cego e insensato, ao ponto de prosseguir pela vida a fora e encarar a morte sem a esperança cristã? Fora de Cristo, que é que existe, que é que pode existir, seja quanto a este mundo, seja ao outro, para que valha a pena de viver? Todos havemos de morrer. Para que dissimular, com risos, este fato? Vê-se que convém a todo ser humano receber a Cristo de braços abertos, e considerar o mais altaneiro privilégio da vida, o de usar o nome de cristão.


Em última análise, a coisa mais cara e mais doce da vida é ter consciência, no mais recôndito de nossos íntimos motivos, de que vivemos para Cristo, e de que por mais débeis que sejam os nossos esforços, afadigarmos-nos em nossa lida diária na esperança de que, na última etapa, teremos feito alguma coisa para depositar, em gratidão e adoração humilde, aos Seus pés como oferta.


O SENHOR JESUS CRISTO LHE AMA...


DEUS EM CRISTO JESUS LHE ABENÇOE.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

COLOCANDO A BOCA NO TWITTER...

TWITTAR!!


O Culto de ontem teve PROFETADAS, em pleno século XXI as coisas ainda não mudaram, tem pessoas ainda vivendo a ignôrancia primórdial abusiva. 25/10/09

Hoje foi culto de SANTA CEIA, que benção e que Palavra maravilhosa pregada pelo Pastor Florisvaldo baseada em Êx 12.26, Deus mantenha ele sempre assim, amém. 24/10/09

INCRIVÉL! ontem no culto uma jovem disse que o Senhor havia lhe mostrado o que se passava no coração de toda as pessoas da igreja e  que não era nada bom o que ela tinha visto. E AGORA? 18/10/09

ABSURDO! estive no culto que se dizia de criança e sai estarrecido com tanta ignorância ministrada pela pregadora uma tal de Miriã, ABSURDO! 17/10/09


- Boa noite hoje o culto é no Riacho Fundo II minha esposa será a preletora é culto dirigido pelo departamento infantil, Deus abençõe a todos.
- Boa noite! Voltamos o culto foi uma benção Deus operou grandemente chegamos agora 23:40 hs, fika com Deus. 16/10/09

O culto de DOUTRINA hoje que benção, foi falado a respeito de levarmos a nossa cruz em Mt 16.24-28. O Pastor Jelbson é uma benção no ensino, Deus o abençõe sempre assim. 14/10/09.


VAI LÁ  http://twitter.com/edsonsilva65

DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

OS ADOLESCENTES E A IGREJA

ADOLESCENTES


1ª Coríntios 14.40. “Mas faça-se tudo decentemente e com ordem”


Porque será que esta ordem não se é vivida pelos adolescentes, e também uma boa maioria da igreja, sabendo que o evangelho sempre nos exorta a sermos responsável pelo nossos atos.
Sabe por quê?
Pois, bem eu vou dizer: É porque as pessoas que foram colocadas para trabalharem nessa obra, não deram à verdadeira importância a ela, são pessoas que não estavam preocupadas com o testemunho desses jovenzinhos ou com o bom exemplo da igreja, mas sim em se apresentarem para a platéia, e serem homenageados como se vemos hoje em dia e ainda são os primeiros a crucificarem esses meninos, quando as coisas saem erradas.
LÍDERES despertem façam a diferença chega de hipocrisia e comodismo, a igreja tem pessoas que pode fazer as coisas andarem conforme a vontade de Deus tira a arrogância do seu peito e não maltrate a Igreja, vocês ão de prestar contas ao DONO da Igreja O Senhor Jesus Cristo. Peça sabedoria a Deus. 
Veja o que a Bíblia relata: “E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada. (Tg 1.5).
E nunca! culpem os nossos adolescestes de rebeldes, porque os culpados são vocês mesmos, farizeus hipocritas, raças de viboras, se liguem Jesus Cristo está voltando.

DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

ÉTICA CRISTÃ OU IGNORÂNCIA

CRISTÃ


ROMANOS 14.22. Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova.

O cristão, como sal da terra e luz do mundo, não só deve ser diferente, mas seu comportamento como cristão deve ser um referencial para a sociedade.
A Bíblia fala: "De tudo o que se tem ouvido, o fim é, Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo o homem" (Ec 12.13).
Se o homem cristão conseguir praticar os ensinamentos do Senhor com certeza será um referencial para esta sociedade, mas para isso precisamos urgentemente colocar a ética em prática, ensinando-as aos nossos jovens e obreiros, para depois fazermos a diferença na sociedade que é muito idealista e já tem a sua ética moral solidificada.
Os maiores culpados dessa falta de conhecimento ético nas igrejas são os LÍDERES que assumiram posições fora do tempo ou usurparam tal posição como foi o caso de Adonias, e usaram não da ética cristã para ensinar a igreja, mas sim das suas ignorâncias humanas, um tipo de ensinamento dentro de suas concupiscências arrogantes a um povo leigo, para se tornarem o que vemos hoje no convívio e nos cultos evangélicos, um verdadeiro desrespeito generalizado.
MAS AINDA HÁ SOLUÇÃO!!
A Bíblia nos relata “Que o senhor Jesus é o mesmo ontem, hoje, e o será eternamente.
A igreja precisa levantar homens para que realmente possam fazer a diferença dentro e fora, com ética, bons modos, educação e amor, ai sim seremos um DIFERENCIAL, mas como está nem no meio cristão há diferença.
FORA COM AS IGNORÂNCIAS...


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

RESUMO DOS LIVROS DA BÍBLIA 5


FILIPENSES: A ênfase desta carta está no gozo que o crente em Cristo encontra em todas as circunstâncias da vida. O apóstolo Paulo a escreveu quando estava encarcerado.

COLOSSENSES: Nesta carta o apóstolo Paulo diz aos cristãos de Colossos que abandone suas superstições e que Cristo seja o centro de sua vida.

1ª TESSALONICENSES: O apóstolo Paulo dá orientação aos cristãos de Tessalônica a respeito da volta de Jesus ao mundo.

2ª TESSALONICENSES: Como em sua primeira carta, o apóstolo Paulo fala do retorno de Jesus ao mundo. Também trata de preparar os cristãos para a vinda do Senhor.

1ª TIMÓTEO: Esta carta serve de orientação a Timóteo, um jovem líder da igreja primitiva. O apóstolo Paulo lhe dá conselhos sobre a adoração, o ministério e os relacionamentos dentro da igreja.

2ª TIMÓTEO: Esta é a última carta escrita pelo apóstolo Paulo. Nela, lança um último desafio a seus companheiros de trabalho.

TITO: Tito era ministro em Creta. Nesta carta, o apóstolo Paulo o orienta sobre como ajudar os novos cristãos.

FILEMOM: Filemom é instado a perdoar seu escravo, Onésimo, que havia fugido. Filemom deveria aceita-lo de volta como a um irmão em Cristo.

HEBREUS: Esta carta exorta os novos cristãos a não observarem mais rituais e cerimônias tradicionais, pois, em Cristo, eles já foram cumpridos.

TIAGO: Tiago aconselha os cristãos a viverem na prática sua fé e, além disso, oferece idéias sobre como isso pode ser feito.

1ª PEDRO: Esta carta foi escrita para confortar os cristãos de igreja primitiva que estavam sendo perseguidos por causa da fé.

2ª PEDRO: Nesta carta o apóstolo Pedro adverte os cristãos sobre os falsos mestres e os estimula a continuarem leais a Deus.

1ª JOÃO: Esta carta, explica verdades básicas sobre a vida cristã com ênfase no mandamento de amarem uns aos outros.

2ª JOÃO: Esta carta, dirigida à “senhora eleita e aos seus filhos”, adverte os cristãos quanto aos falsos profetas.

3ª JOÃO: Em contraste com sua Segunda Carta, esta fala da necessidade de receber os que pregam a Cristo.

JUDAS: Judas adverte seus leitores sobre a má influência de pessoas alheias à irmandade dos cristãos.

APOCALIPSE: Este livro foi escrito para encorajar os cristãos que estavam sendo perseguidos e para firmá-los na confiança de que Deus cuidará deles. Usando símbolos e visões, o escritor ilustra o triunfo do bem sobre o mal e a criação de uma nova terra e um novo céu.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

RESUMO DOS LIVROS DA BÍBLIA 4

Bíblia Sagrada - Tradução Almeida

MATEUS: Este Evangelho cita muitos textos do Antigo Testamento. Ele se destinava, primordialmente, ao público judeu, para o qual apresentava Jesus como Messias prometido nas Escrituras do Antigo Testamento. Mateus narra a história de Jesus desde seu nascimento até sua ressurreição e põe ênfase especial nos ensinamentos do Mestre.

MARCOS: Marcos escreveu um Evangelho curto, conciso e cheio de ação. Seu objetivo era aprofundar a fé e a dedicação da comunidade para a qual ele escrevia.

LUCAS: Neste Evangelho é enfatizado como a salvação em Jesus está ao alcance de todos. O evangelista mostra como Jesus estava em contato com as pessoas pobres, com os necessitados e com os que são desprezados pela sociedade.

JOÃO: O Evangelho de João, pela sua forma, se coloca à parte dos outros três. João organiza sua mensagem enfocando sete sinais que apontam para Jesus como Filho de Deus. Seu estilo literário é reflexivo e cheio de imagens e figuras de linhagem.

ATOS DOS APÓSTOLOS: Quando Jesus deixou os seus discípulos, o Espírito Santo veio habitar com eles. Este livro foi escrito por Lucas para ser um complemento ao seu Evangelho. Ele relata eventos da história e da criação da igreja cristã primitiva, mostrando como a fé se propagou no mundo.

ROMANOS: Nesta importante carta, Paulo escreve aos Romanos sobre a vida no Espírito, que é dada pela fé aos que crêem em Cristo. O apóstolo reafirma a grande bondade de Deus e declara que, através de Jesus Cristo, Deus nos aceita e nos liberta de nossos pecados.

1ª CORÍNTIOS: Esta carta trata especificamente dos problemas que a igreja de Corinto estava enfrentando: dissensão, imoralidade, problemas quanto à forma da adoração pública e confusão sobre os dons do Espírito.

2ª CORINTIOS: Nesta carta o apóstolo Paulo escreve sobre seu relacionamento com a igreja de Corinto e as dificuldades que alguns profetas haviam trazido ao seu ministério.

GÁLATAS: Esta carta expõe a liberdade da pessoa que crê em Cristo com respeito à lei. Paulo declara que é somente pela fé que as pessoas são reconciliadas com Deus.

EFÉSIOS: O tema central desta carta é o propósito eterno de Deus: Jesus Cristo é o cabeça da Igreja, que é formada a partir de muitas nações e raças.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

NÃO SEJA HIPÓCRITA AME O SEU PRÓXIMO.


Um pregador acabara de falar sobre o reconhecimento dos amigos no Céu. Descendo da plataforma e dirigindo-se a um dos corredores, foi abordado por uma mulher que lhe estendeu a mão e falou: "Eu lhe agradeço muito por este sermão. Agora eu gostaria de lhe solicitar que fizesse uma pregação sobre o reconhecimento dos amigos na terra. Eu tenho freqüentado este lugar por três anos e jamais alguém se aproximou para falar comigo."

REFLITA:
Temos deixado a luz de Cristo brilhar em nossas vidas através de nossas atitudes?
Estamos vivendo, realmente, os ensinos de Cristo?
Temos sido Seus amigos através de um relacionamento de amor com aqueles que estão à nossa volta?
Temos praticado o amor que o Senhor nos ensinou através das Escrituras?...

Acesse: http://valterpitta.blogspot.com/2009/10/demonstrando-amizade.html

DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

DIANTE DO TRONO




DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

EVANGÉLICOS A TODO CUSTO.

CRISTÃOS


PrEdsonCastro Uma das maiores tristeza da atualidade é dizer que somos cristão e não ter-mos frutos de cristianismo na nossas atitudes.
PrEdsonCastro Infelizmente os cultos de hoje em dia estão cheios de artistas, principalmente no meio da mocidade.
PrEdsonCastro Decepcionante é o desrespeito da liderança evangélica quanto a reverência ao culto de Santa Ceia, é um verdadeiro descaso a esta ordenança.
PrEdsonCastro Pregador arrogante em cima do púlpito é o mesmo que cachorro cego em dia de chuva só faz besteira.
PrEdsonCastro Crente que passa anos em uma mesma igreja e nunca muda te atitude é o mesmo que piolho na cabeça de careca um verdadeiro nubi.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

QUESTIONÁRIO DOUTRINAS 01 - AS ESCRITURAS

AVALIAÇÃO.


1. Expressar em poucas palavras porque necessitamos das Escrituras.
R: Se as Escrituras não nós fosse manifestada, seriamos pessoas ignorantes sem o conhecimento das verdades de Deus para conosco. Simplesmente seriamos bonecos inanimados, ou seja, nasceríamos e morreríamos sem objetivo nenhum.

2. Por que as Escrituras tornaram uma forma de livro?
R: Para que as verdades de Deus fossem transmitidas de geração a geração, sem perder a sua integridade.

3. Mencione dois versículos que demonstram a inspiração das Escrituras.
R: 2ª TM 3.16= Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;
2º Pe 1.21= Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.

4. Dê uma definição da inspiração, baseada na declaração de Pedro (2ª Pe 1.21.).
R: Sem duvida defino a passagem como o agir Deus, que usando o homem sobrenatural, o faz manifestar ao mundo quais são os seus propósitos para com os mesmos.

5. Quais as condições existentes na igreja que motivaram essa declaração?
R: Por causa das doutrinas, opiniões erradas, defeituosas e idéias errôneas acerca da Palavra de Deus.

6. Mencione cinco aspectos positivos da inspiração das Escrituras e seu oposto negativo.
R: 1º Divina e não apenas humana.
2º Única e não comum.
3º Viva e não mecânica.
4º Completa e não sómente parcial.
5º Verbal e não meramente de conceitos.

7. Compare a “inspiração” com a “iluminação” ou “esclarecimento”.
R: Inspiração é a Vontade de Deus manifestada ao homem. Esclarecimento é a compreensão da Palavra inspirada ao homem.

8. Explique em que sentido a inspiração é viva e não mecânica.
R: Viva no sentido de que Deus inspira ao homem as Suas Vontades e não mecânica porque é a vontade do homem que o inspira.

9. Em que nos fundamentamos para afirma que a inspiração das Escrituras é completa e Não meramente parcial?
R: Em que as Escrituras mesmas reivindicam para si a inspiração plenária. 



10. Inspirou Deus também as palavras, ou somente os pensamentos?
R: Sim tanto palavras como pensamentos. A Bíblia relata em 2º Pe 1.21 que os "homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo."  Ainda mais que um pensamento é uma palavra antes de ser proferida, não tem como separar a palavra do pensamento.

11. Apontar a distinção entre revelação e inspiração e dê um exemplo.
R: Por revelação queremos dizer aquele ato de Deus pelo qual Ele dá a conhecer o que o homem por si mesmo não podia saber. Por inspiração queremos dizer que o escritor é preservado de qualquer erro ao escrever essa revelação. Ex: os Dez mandamentos foram revelados, e Moisés foi inspirado ao registrá-los no Pentatêuco.


12. Existem palavras não inspiradas nos registros inspirados? Dê um exemplo.
R: Sim, Por Exemplo, muito dizeres de Satanás são registrados nas Escrituras e sabemos que o Diabo certamente não foi inspirado por Deus ao proferí-las; mas o registro dessas expressões satânicas foi inspirado.


13. Que prova há no Velho Testamento de que este foi escrito por inspiração de Deus? Cite algumas referências bíblicas.
R: O termo "e Deus disse" ou equivalente, usa-se mais de 2.6oo vezes. Ref: êx 24:12, 34:28; Js 3:9; 2ª Rs 17:13; Is 34:16, 59:21; Zc 7:12; Sl 78:1; Pv 6:23.


14. Dar algumas referências bíblicas que demonstram que Paulo e outros autores do Novo Testamento falaram com autoridade divina.
R: Mt 5:18; Jo 10:35; Lc 18:31-33; Rm 3:2; 2ª Tm 3:16; Hb 1:1; 2º Pe 1:21, 3:2; At 1:16, 3:18; 1ª Co 2:9-16.


15. Mencionar seis coisas a respeito da Bíblia que sustentam a afirmação de que ela é inspirada.
R: Ela é exata, Tem unidade, é Interresante, tem o maior número de circulação e em diversos idiomas, e semi-indestrutiva o tempo não a afeta e sua veracidade desacredita qualquer oposição. 


16. De que maneira nosso coração confirma a inspiração das Escrituras?
R: Crendo no seu Autor, o qual é o Todo Poderoso Deus.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

RESUMO DOS LIVROS DA BÍBLIA 3



PROVÉRBIOS: Este é um livro de máximas de sabedoria, de ensinamentos éticos e de senso comum acerca de como viver uma vida reta.

ECLESIASTES: Na sua busca por felicidade e pelo sentido da vida, este escritor, conhecido como “filósofo” ou “pregador”, faz perguntas que continuam presentes na sociedade contemporânea.

CÂNTICOS DOS CÂNTICOS: Este poema descreve o gozo e a êxtase do amor. Simbolicamente, tem sido aplicado ao amor de Deus por Israel e ao amor de Cristo pela Igreja.

ISAÍAS: O profeta Isaías levou a mensagem do juízo de Deus às nações, anunciou um rei futuro, à semelhança de Davi, e prometeu uma era de paz e tranqüilidade.

JEREMIAS: Muito antes da destruição de Judá pela Babilônia. Jeremias predisse o justo juízo de Deus. Embora sua mensagem seja majoritariamente de destruição, Jeremias também falou sobre a nova aliança com Deus.

EZEQUIEL: A mensagem de Ezequiel foi dada aos judeus cativos na Babilônia. Ezequiel usou histórias e parábolas para falar sobre o juízo, sobre a esperança e sobre a restauração de Israel.

DANIEL: Daniel se manteve fiel a Deus, mesmo enfrentando muitas pressões quando esteve cativo na Babilônia. Este livro inclui as visões proféticas de Daniel.

OSÉIAS: Oséias se vale de sua experiência conjugal, em que ele era dedicado à sua esposa, mesmo sabendo que ela lhe era infiel, para ilustrar o adultério que Israel tinha cometido contra Deus e para mostrar como o fiel amor de Deus pelo seu povo nunca muda.

JOEL: Depois de uma praga de gafanhotos, Joel admoesta o povo para que se arrependa.

AMÓS: Durante um tempo de prosperidade, este profeta de Judá pregou aos ricos líderes de Israel sobre o juízo de Deus, insistia em que pensassem nos pobres e oprimidos, antes de pensarem em sua própria satisfação.

OBADIAS: Obadias profetizou o juízo sobre Edom, um país vizinho de Israel.

JONAS: Jonas não queria pregar para a gente de Nínive, que era inimiga do país do profeta. Quando, finalmente, levou a mensagem enviada por Deus, seus habitantes se arrependeram.

MIQUÉIAS: A mensagem de Miquéias para Judá era de juízo, em vez de perdão, esperança e restauração. Especialmente notável é um versículo em que resume o que Deus requer de nós (Os 6.8).

NAUM: Naum anunciou que Deus destruiria o povo de Nínive por sua crueldade na guerra.

HABACUQUE: Este livro apresenta um diálogo entre Deus e Habacuque sobre a justiça e o sofrimento.

SOFONIAS: Este profeta anunciou o Dia do Senhor, que levaria juízo a Judá e às nações vizinhas. Esse dia, que haveria de vir, seria de destruição para muitos, mas um pequeno remanescente, sempre fiel a Deus, sobreviveria para abençoar o mundo inteiro.

AGEU: Depois que o povo voltou do exilo, Ageu admoestou as pessoas para que dessem prioridade a Deus e reconstruíssem em primeiro lugar o templo, mesmo antes de reconstruírem suas casas.

ZACARIAS: Como Ageu, Zacarias instou o povo a reconstruir o templo, assegurando-lhes a ajuda e bênçãos de Deus. Suas visões apontavam para um futuro brilhante.

MALAQUIAS: Após o retorno do exílio, o povo voltou a descuidar de sua vida religiosa. Malaquias passou a inspirá-los novamente, falando-lhes sobre o “DIA DO SENHOR”.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

QUESTIONÁRIO DOUTRINAS 00 - INTRODUÇÃO

AVALIAÇÃO

INTRODUÇÃO

1. Como se define a doutrina cristã?
R: Como as verdades fundamentais da Bíblia dispostas em forma sistemática.

2. Que outro nome se pode dar a este estudo?
R: Um tratado ou um discurso acerca de Deus.

3. O que é teologia?
R: É o conhecimento acerca de Deus.

4. Que relação existe entre doutrina e religião?
R: A doutrina é o ensinamento e a religião e a prática das verdades das Escrituras.

5. Que diferença existe entre doutrina e dogma?
R: Doutrina é a revelação da verdade como se encontra nas escrituras. Dogma é a declaração do homem acerca da verdade quando apresentada em um credo.

6. Dê quatro pontos que demonstra o valor da doutrina.
R: 1º = A doutrina nos ensina a conhecer Deus.
2º = A doutrina fortalece o caráter cristão.
3º = A doutrina combate o erros acerca de Deus e seus caminhos.
4ª = A doutrina ensina a organizar e a praticar as verdades bíblicas.

7. Cite cinco classificações da doutrina e dê uma explicação sobre cada uma.
R: 1ª) Teologia exegética: (exegética vem da palavra grega que significa “sacar” ou “extrair” a verdade) procura descobrir o verdadeiro significado das Escrituras.
2ª) Teologia Histórica: Traça a história do desenvolvimento da interpretação doutrinária, e envolve o estudo da história da igreja.
3ª) Teologia Dogmática:  É o estudo das verdades fundamentais da fé como se nos apresentam nos credos da igreja.
4ª) Teologia Bíblica: Traça o progresso da verdade através dos diversos livros da Bíblia, e descreve a maneira de cada escritor em apresentar as doutrinas importantes.
5ª) Teologia Sistemática: Neste ramo de estudo os ensinos bíblicos concernentes a Deus e ao homem são agrupados em tópicos, de acordo com um sistema definido; por exemplo, as Escrituras relacionadas à natureza e à obra de Cristo são classificadas sob o título: “Doutrina de Cristo”.

8. Mencionar os onze temas em consideração.
R: 1º) Doutrina das Escrituras: É o estudo da natureza das Escrituras, a sua inspiração, precisão e confiança.
2º) Doutrina de Deus: É o estudo acerca de Deus, sua natureza e existência.
3º) Doutrina dos Anjos: Estudo acerca das mais elevadas criaturas de Deus.
4º) Doutrina do Homem: Estudo acerca do homem.
5º) Doutrina do Pecado: Estudos sobre a origem, natureza, consequência e solução.
6º) Doutrina de Cristo: Estudo da Pessoa e da obra de Cristo, o salvador do homem.
7º) Doutrina da Expiação: Estudo da obra de Cristo a favor do homem.
8º) Doutrina da Salvação: Estudo a respeito da redenção para o homem.
9º) Doutrina do Espírito Santo: Estudo que trata da natureza e obra do Espírito Santo.
10º) Doutrina da Igreja: Estudo referente a natureza e a obra da igreja.
11º) Doutrina das Últimas Coisas: Estudo acerca do futuro de todas as coisas.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.