JESUS, O NOSSO CRISTO, TE AMA!!!

RÁDIO EVANGÉLICA!!
AMIGOS, COMPARTILHEM ESSE BLOG!
Facebook Twitter Google+ Pinterest Reddit LinkedIn Addthis Delicious Digg Evernote Myspace NetLog Netvibes Tumblr WhatsApp

BY BG

220
Fãs
528
Fãs

Artigos

Opiniões

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

INDULGÊNCIAS



As indulgências são remissões da pena temporal devida aos pecados confessados e perdoado, pela prática de uma boa obra e pela aplicação dos méritos infinitos de Cristo. Todo pecado tem duas penas:
1ª a pena eterna ou inferno.
2ª a pena temporal.
Quando confessamos um pecado mortal, temos perdoado a pena eterna, mas não a temporal.
Por isso também o sacerdote já dá uma penitência ao fiel, indicando assim, que ele deve pagar algo pelo mal praticado.
Como Deus é infinitamente bom e justo tudo, o que fazemos de bem ele leva em conta, e diminui os castigos e penas que nossos pecados cometidos e já perdoados da pena eterna, nos acarretam nesta vida ainda, e, depois, no Purgatório.
A Igreja Católica estabelece, oficialmente, pelo poder que ela tem de ligar e desligar, que certas ações boas, nos merecem desde que praticadas sob certas condições o perdão parcial ou total das penas temporais devidas aos pecados que cometemos e que já confessamos são: Indulgências.
O perdão total da pena temporal é a chamada Indulgência plenária.
As demais são indulgências parciais.
Estas últimas são indicadas por um certo número de dias.
Que significa isto?
Significa que, se o fiel praticar uma boa obra, nas condições indicadas, e receber por isso, uma indulgência de 300 dias, isto quer dizer que sua boa obra equivale a ter feito uma penitência, de ter jejuado a pão e água durante 300 dias.
Pois o que vale numa penitência ou sacrifício não é a quantidade de dias de sacrifício ou jejum, mas o amor a Deus com que se faz algo.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.

Nenhum comentário: