JESUS, O NOSSO CRISTO, TE AMA!!!

RÁDIO EVANGÉLICA!!
   

BY BG

225
Fãs
541
Fãs

Artigos

Opiniões

LIKE MEU FACEBOOK!!

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

O NOVO CÉU E A NOVA TERRA


“E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas”. Ap. 21:5

INTRODUÇÃO Ap. 21:1-7
Foi grande a perda do homem quando o pecado o atingiu no Jardim do Éden. Todavia, através da redenção consumada por Cristo reavemos tudo quanto Adão perdeu. Na salvação recobramos a comunhão com Deus. Daí, à medida que continuamos a andar na luz como ele na luz está, teremos continuamente comunhão uns com os outros e o sangue de Cristo nos purificará constantemente de todo o pecado (I Jo. 1:7).
No momento da ressurreição dos justos no arrebatamento da Igreja receberemos novos corpos, quando a nossa redenção será completa, conforme Romanos 8: 23; 13:11. Porém há mais uma restauração que nos aguarda. Mesmo no Milênio, nem todos os vestígios da queda do homem terão desaparecido. No entanto, quando chegar o momento do estabelecimento do “novo céu” e da “nova terra”, toda criação será plenamente renovada. O ambiente será, então, puro e, nele, os nossos novos corpos e nossos espíritos redimidos terão sua máxima expressão. Tudo será como no princípio, antes do pecado reinar. Cunpri-se-á na sua plenitude a palavra de Deus proferida por João Batista “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo “. Jo. 1: 29.

I. O PLANO DIVINO PARA O FUTURO, Ap. 21: 1-8; Is. 65:17; 66:22; I Pe. 3: 10-13.
1. Um novo céu e uma nova terra. A passagem bíblica que mais se relaciona com este assunto é II Pe. 3:10-13. Parafraseando, o v. 10 seria: “Os céus deixarão de existir e desaparecerão com um tremendo estrondo, e os elementos (grego, stoichéia, palavra que denota os elementos básicos do Universo ) serão desfeitos e consumidos pelo calor (grego kausoumena , que pode ser o calor interno da terra e dos astros), e a terra também e as obras ( os edifícios e as realizações humanas) que nela houver serão consumidos”. Deus tem algo sumamente superior. O homem sempre achou difícil acreditar em tal coisa. Os incrédulos não crêem que o Universo foi criado por Deus e , muito menos, que ele seja, um dia, desfeito, para dar lugar a uma nova criação.

O livro de Apocalipse não explica o processo que Deus usará para efetuar a nova criação, mas, como crentes, reconhecemos que este Universo é temporário. A Física reconhece que ele está em decadência. A Bíblia prevê uma outra criação, nova por natureza (Ap. 21: 1,5), em cumprimento às promessas de Is. 65:17; 66:22; I Pe. 3:10-13. O importante é sabermos que, no futuro, Deus proverá algo melhor do que este planeta ora nos oferece.

2. A nova Jerusalém , Ap. 21:2. O apóstolo João não amplia sua descrição sobre o novo céu e a nova terra, mas focaliza a nova Jerusalém que vem de Deus, do céu. Abraão e sua família viveram como peregrinos em razão do vislumbre que tiveram dessa maravilhosa cidade “da qual o artífice e construtor é Deus”! Buscavam “uma pátria” melhor (Hb. 11:9–16). Que maravilha será para os crentes, cidadãos dessa cidade ímpar! Sejamos sempre fiéis como Abraão, os patriarcas e os apóstolos.

3. Novas todas as coisas. Ap. 21:3-8. Nesta nova terra os únicos habitantes serão os redimidos do Senhor. Os ímpios e rebeldes pecadores estarão no lugar que escolheram: o Lago de Fogo, eternamente. Coisa nenhuma interromperá o gozo do povo de Deus e a comunhão que experimentarão com seu Senhor. Não haverá mais nada das cenas terrestres tão comuns: tristezas, dores, hospitais, delegacias de polícia, casas de correção, enterros, cemitérios, etc. Que felicidade! Os nossos novos corpos serão imortais e incorruptíveis, não mais sujeitos ao pecado, à morte ou à degeneração de qualquer espécie. (I Co. 15:52-54) Serão novas todas as coisas.
João ainda prosseguiu na descrição, explicando qual o tipo de gente que passará a eternidade no Lago de Fogo. Os que compartilharão com Satanás e as duas bestas esse lugar de sofrimento. Oito vocábulos descrevem os perdidos: os tímidos (covardes, que se envergonharam do Senhor e que renegaram a fé durante as perseguições); os incrédulos (descrentes e desleais); os abomináveis (poluídos pela idolatria e culto pagão); os homicidas ( que tiram a vida alheia); os fornicários ( e adúlteros)); os feiticeiros (praticantes do Espiritismo sob suas diversas formas); os idólatras ( que adoram imagens de qualquer espécie); os mentirosos (não só os que praticam, mas também os que amam a mentira, 21:15). Todos esses experimentarão a “segunda morte”, a qual é final e irreversível! Trata-se da eterna separação de Deus.

II. A CIDADE DE DEUS. Ap. 21:9-21.
1.Possui a glória de Deus. O primeiro vislumbre que João teve da Nova Jerusalém foi muito rápido. Agora um dos anjos que havia anunciado a ira de Deus, propicia-lhe uma visão mais ampla da glória de Deus.
Porque o anjo diz que mostrará a João a “Esposa do Cordeiro”? Na linguagem do Velho Testamento a cidade muitas vezes era identificada com seus habitantes. Nesta visão, João vê a cidade-lar dos santos por toda a eternidade. Que cidade maravilhosa! Suas benditas luzes já nos acenam aqui!

2. Portas e fundamentos. Por que os nomes das 12 tribos e dos 12 apóstolos estão juntos? Isto significa que não haverá mais muro de separação entre Israel e a Igreja. Será uma cidade só, aberta para todo o povo de Deus (Cf. Ef. 2:11–22). Os nomes das tribos também indicam que “a salvação vem dos judeus” (Jo. 4:22). Jesus, o nosso Salvador, como homem, era judeu.

III. A GLÓRIA DA CIDADE. Ap. 21:22-27; Êx. 33:20-33.
1. O seu templo. Ap. 21:22. Em que sentido Deus e o Cordeiro são a lâmpada? Deus, nesta terra, manifestou sua presença em templos. Nós, crentes, somos “os templos” do Espírito Santo. Mas na Nova Jerusalém habitaremos no templo, isto é, a manifestação de Deus estará em evidência em toda parte da cidade. Todos estaremos em contato direto com Deus e o Cordeiro que nos salvou.

2. Sua lâmpada. Ap. 21:23. Porque o Cordeiro é a lâmpada? O mundo é iluminado pelo sol. Na Nova Jerusalém Cristo, o Sol da Justiça, será a fonte de toda luz e energia de que precisamos. Possuindo corpos glorificados, teremos condições de contemplar a glória de Deus (Cf. Êx. 33:20-33; I Jo.3:2). Dispondo de tal energia não precisaremos mais da sucessão anterior de dia e noite (v. 25).

3. Seus habitantes. Ap. 21:24-27. Os habitantes da cidade serão aqueles cujos nomes estão escritos no Livro da Vida. O v. 27 menciona os que se contaminaram, praticando abominação e mentira. Eles não terão qualquer possibilidade de entrar na cidade. Isso será impossível, pois já terão sido condenados eternamente e conduzidos para o Lago de Fogo.
** Que o amigo leitor, caso não seja crente, trate desse assunto o quanto antes para Ter certeza da inscrição do seu nome no Livro da Vida.
JESUS CRISTO TE AMA.


DEUS EM CRISTO JESUS VOS ABENÇOE.
Postar um comentário